Veja a que ponto chegamos

Joaquim Roriz, 70 (porque não existe aposentadoria compulsória para político??), renunciou ao mandato antes que sofresse cassação e perda dos direitos políticos. De fato é bem complicado explicar a partilha de R$ 2 milhões.

Fazendo isso, o ex-senador poderá concorrer nas próximas eleições e voltar a um cargo eletivo. Mas será que existem eleitores que votarão nele de novo? Sim, existem!

Agora quero justificar o título deste artigo: veja a que ponto chegamos. Com a renúncia de Roriz, poderíamos usá-la para chamar a atenção do colega Ca(na)lheiros.

“Senador Renan Ca(na)lheiros, porque vossa excelência não faz como o ex-colega Joaquim Roriz e renuncia ao cargo. Ele (Roriz) pelo menos é um homem honrado(sic) e não fugiu de sua responsabilidade; culpado, renunciou!”

Para finalizar esse assunto “enjoento” (como diria minha avó), o ex-senador Roriz reclamou que os colegas não o defenderam. Mas cá entre nós ex-vossa excelência: quantos colegas o nobre ex-senador colocou na partilha dos R$ 2 milhões? Que ingenuidade!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s