Depois de Salomão Ayala e Odete Reutmann, chegou a vez de Tais

Ontem assisti ao Fantástico estupefato, quer dizer, eu não assisti, estava apenas “passando” os canais.

 Vi que a Globo pediu a opinião de dois “adevogados” e três peritos criminais da polícia de São Paulo para que analisassem a cena do assassinato de uma das personagens de Alessandra Negrini na novela Paraíso Tropical.

Em relação aos “adevogados” eu até entendo, porque esse tipo de “classe” parecem mais abutres e são capazes de qualquer coisa para “fazer uma ponta” num programa “sério” de televisão.

Mas em relação aos peritos criminais da polícia de São Paulo é um tremendo absurdo. Talvez não tenha nada demais eles em seus horários de folga tratar de assuntos como o tratado na novela, mas convenhamos, que papelão fizeram esses peritos.

É simplesmente inacreditável!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s