A mediocridade das classes brasileiras

Aproveitando que hoje eu resolvi apontar a mediocridade das pessoas, sem nunca esquecer da minha própria, vamos falar de um plebiscito popular que ocorreu na primeira semana de setembro, que já deveria ter sido objeto de observação deste blog.

O mote de campanha do referido plebiscito era “A Vale é nossa” e foi “organizado” por várias entidades, ditos organizações e movimentos sociais: o Jubileu Sul (?), as Pastorais Sociais da Igreja, O MST, a Consulta Popular (?), a Conlutas, a Intersindical, o Grito dos Excluídos, a MAB e muitas outras. A idéia era anular a privatização da Vale, que foi considerado pelas entidades, segundo panfleto próprio, “um roubo do nosso patrimônio e de nossos direitos” (sic).

Para começo de conversa, que direitos? Esses movimentos sociais que são freqüentados por pessoas das piores espécies possíveis, miseráveis de carteirinha, só sabem falar em direitos. Mas e os deveres? O dever de respeitar as leis, a moral e os bons costumes, esse não precisa? Hipócritas!

Conheça agora as perguntas que faziam parte do plebiscito que pedia a anulação da privatização da Vale do Rio Doce.

1) Em 1997, a Companhia Vale do Rio Doce – patrimônio construído pelo povo brasileiro – (que coisa piegas – comentário meu) foi fraudulentamente privatizada, ação que o governo e o poder judiciário podem anular. A Vale deve continuar nas mãos do capital privado?

Meus comentários: a acusação de que a privatização já caberia um processo contra as entidades, principalmente se eles não têm provas quanto a isso. Sobre se a Vale deve permanecer nas mãos do capital privado, prefiro falar sobre a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), pois morava na região e conheço parte de sua história. Em seu primeiro ano de privatizada a Companhia teve um lucro satisfatório, ao contrário dos anos anteriores nas mãos do governo. Não houve demissão em massa na CSN, o que houve foi o fim dos “cabides de empregos”. Certamente na Vale ocorreu a mesma coisa.

2) O governo deve continuar priorizando o pagamento dos juros da dívida externa e interna, em vez de investir na melhoria das condições de vida e trabalho do povo brasileiro?

Comentários: Mas, e a Vale. Essa dívida que eles referem é da Vale? O investimento será na melhoria dos trabalhadores da Vale? Quer dizer, o plebiscito era sobre o que mesmo???

3) Você concorda que a energia elétrica continue sendo explorada pelo capital privado, com o povo pagando até 8 vezes mais que as grandes empresas?

Comentários: Essa energia elétrica que eles falam, é da Vale do Rio Doce? Será que se a energia abaixar a Vale voltar para o povo brasileiro? O plebiscito era sobre o que mesmo?

4) Você concorda com uma reforma da Previdência que retire direitos doa trabalhadores?

Comentários: Previdência de que trabalhadores? Dos trabalhadores da Vale? O plebiscito era sobre o que mesmo?

Precisa falar mais alguma coisa? A mediocridade está estampada em qualquer lugar. Até se fecharmos os olhos, a mediocridade toma forma em nosso subconsciente.

Como diria minha professora de Metodologia: “Tem que estudar…”.

Enfim, o plebiscito era sobre o que mesmo?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s