Arquivo do mês: janeiro 2008

O ataque das águas-vivas

Recentemente recebemos a triste notícia do “ataque” de águas-vivas no litoral de São Paulo. Mais de 300 pessoas deram entrada nos postos de saúde com queimaduras provocadas pelos “ataques”.

A reportagem foi muito mal feita e os repórteres deveriam ter buscando a fundo saber o que motivou o “ataque” das águas-vivas. Seria uma tentativa de conquistar o ambiente terrestre, por conta do ambiente hostil que ser tornara os mares e oceanos?

Também deficitária foi a busca de relatos sobre os ataques. Se fosse feita, com certeza ouviríamos estórias de pessoas sendo paralisadas pela visão de raio-X das águas-vivas, sendo jogadas por sobre as ondas e recebendo o ataque sem a menor chance de defesa.

Brincadeiras a parte, é lamentável a ignorância demonstrada pelos jornalistas envolvidos na matéria e pelo grande alarde provocado pelas “televisões” que cobriram as ocorrências.

A água-viva não ataca ninguém. A presença de tantos exemplares na praia deve-se a algum desequilíbrio ambiental, que foi simplesmente ignorado pela imprensa.

As águas-vivas pertencem ao Filo Cnidaria (do grego Knide = urtiga), do qual faz parte ainda as hidras, anêmonas-do-mar e corais. Os tentáculos das águas-vivas (também conhecida como medusa) possuem inúmeras células denominadas Cnidócitos.

Os Cnidócitos são como bolsas e, dentro dessas bolsas há um “chicote” – o nematocisto – que penetra na pele liberando toxinas paralisantes e organelas aderentes. Com o contato, há a “explosão” do nematocisto e a conseqüente liberação das toxinas que provocam a dolorosa sensação de queimadura e irritação.

Ao invés de noticiar que as águas-vivas atacaram pessoas na praia, poderíamos dizer que, acuadas com o desequilíbrio ambiental provocado pelo aquecimento global (provocado pelo homem) as águas-vivas buscavam refúgio junto às praias, quando foram surpreendidas pela presença de humanos em grande quantidade. Sem alternativa, visto que a liberação da toxina é feita de forma involuntária (influência química e/ou mecânica), as águas-vivas acabaram por ferir, involuntariamente, inúmeros banhistas.

Não basta ser jornalista, tem que pesquisar muito sobre os assuntos antes de sair escrevendo e falando besteira (isso serve pra mim também). Uma notícia bem dada vale muito mais do que as migalhas conseguidas através da venda de jornais com notícias sensacionalistas. Eu nem aceitaria o dinheiro dessas pessoas, que corroboram com a ignorância demonstrada por alguns profissionais da imprensa.

Nota da Redação: O Cotidiano Nacional agradece e dedica este post à Professora Marisa Ferraz que, ministrando com excelência as aulas de Zoologia dos Invertebrados I e II, possibilitou-nos saber que as águas-vivas não atacam pessoas. 

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência

Um jornal de verdade

Pode ser que para um jornalista de carteirinha não seja tão surpreendente assim, mas a preferência e o apoio do The New York Times aos candidatos Hillary Clinton e John McCain me causaram grande surpresa.

Não era de praxe acompanhar com mais afinco as eleições americanas (e nem estou tão atento assim às prévias), mas não recordo-me de em outros pleitos ter conhecimento do apoio de um ou outro órgão de imprensa.

O que estou acostumado é a forma informal como nossas televisões e jornais apóiam candidatos, sem no entanto, corajosamente, declarar oficialmente apoio. Talvez alguns aqui vão se lembrar do famoso debate entre o Lula e o Collor que uma emissora de TV, segundo informações e conspirações da época, teria favorecido o candidato das Alagoas.

Não sei como serão as coisas nos EUA caso nenhum destes candidatos cheguem a Casa Branca, mas acho que o jornal americano é grande o suficiente e certamente não tem o “rabo preso” com ninguém, podendo então livremente declarar sua preferência.

Isso também poderia acontecer no Brasil. Poderia?

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

A democracia na internet

Nós, do Cotidiano Nacional, já mencionamos sobre como a internet tem transformado nossas vidas, principalmente pela condição de permitir a exposição de idéias. O surto de blog é o melhor termômetro dessa nova forma de “liberdade de opinião”. Isso é muito bom.

Mas como também não poderia deixar de ser, esse fácil acesso faz com que esse precioso veículo também seja usado para disseminar ódio, violência, discriminação, tirania e outras formas odiosas que fazem parte do “caráter” das “pessoas humanas”.

Não é diferente também quando falamos de política. A “ditadurazinha” implantada pelo atual governo chega perto do absurdo. Mas porque absurdo? Porque eles pensam estar fazendo a coisa certa. Não dizem que o pior cego é aquele não quer ver? Mas o pior mesmo são os defensores desse tipo de política adotada. São tri-cegos (a moda gaúcha).

Antes de continuar com meus devaneios, vamos ver o que o dicionário Aurélio apresenta como conceito de Democracia:

1. Governo do povo; sabedoria popular; democratismo. 2. Doutrina ou regime político baseado nos princípios da soberania popular e da distribuição eqüitativa do poder, ou seja, regime de governo caracterizado, em essência, pela liberdade do ato eleitoral, pela divisão dos poderes e pelo controle da autoridade, i. e., dos poderes de decisão e execução, democratismo. 3. País cujo regime é democrático. 4. As classes populares; povo, proletariado.

Nem eu, nem você e muito menos os nossos governantes (todos, desde sempre) sabem o real significado de Democracia. Democracia para eles é o que eles acham que é certo. Se você tem uma opinião errada, você é do contra, oposição, coisas do tipo. Isso é igual quando uma pessoa pede sua opinião. Se você diz a sua opinião, mas esta é contra o pensamento dele, você não presta. Quando perguntam a minha opinião sobre qualquer coisa, já logo devolvo outra pergunta: “você quer ouvir a minha opinião ou quer ouvir algo que o agrade?”. É mais ou menos assim que ocorre atualmente.

E pior. A ignorância é tanta que as pessoas acham que o governo que aí está não pode ser criticado. Eu critico sim, como também falo das boas coisas feitas pelo governo do presidente Lula, que infelizmente são ocultadas pela grande quantidade de denúncias envolvendo integrantes do governo. Mas também critiquei muito o governo anterior. Então, achar que eu sou “tucano” mostra o nível de “educação” dos defensores do governo. Deve possuir o mesmo grau de escolaridade do presidente. Se você quer mesmo saber, PSDB e PT para mim são tudo do farinha do mesmo saco!

O Cotidiano Nacional é aberto a discussão, e adoramos receber críticas, sugestões, elogios, etc., porque queremos entender o real significado de Democracia e Liberdade de Expressão. O fato de nossos comentários serem moderados é apenas e tão somente para privar nosso leitor de ler palavras de baixo calão, mas nunca declarações de ignorância.

Até hoje, TODOS os comentários foram aprovados sem ressalva nenhuma e temos a intenção continuar desta maneira, porque diferentemente de “partidinhos”, que pensam ser políticos, não somos donos-da-verdade e aceitaremos discutir e até mesmo rever opiniões outrora descritas aqui. Aproveitem o espaço. Não temos sequer classificação indicativa de idade, outra “clara demonstração” do atual governo sobre o que é democracia e liberdade.

Nota da Redação: Apenas o primeiro comentário é moderado. Após a aprovaçao, os demais comentários efetuados pela mesma pessoa são publicados automaticamente.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Parem seus projetos, pois o fim está próximo

Hoje li uma notícia na Folha Online que me deixou profundamente preocupado. A NASA (Agência Espacial Americana) divulgou que a Terra será atingida por um asteróide.

A rocha entraria em nossa atmosfera a uma velocidade de 66.600 km/h e faria um estrago num raio de 300 km. A poeira levantada seria aprisionada pela atmosfera, impedindo a entrada da luz solar, causando a morte dos vegetais e posteriormente a dos animais.

Anote a data que constará na lápide de muitos, ou de poucos: 16 de março de 2880.

A reportagem, publicada na Folha Online, tornou-se cômica, pois segundo o JPL (Laboratório de Jato Propulsão) da NASA, não há motivo para alarde.

Sinceramente: porque cargas dágua eu vou me preocupar com um impacto que ocorrerá (ou não, pois as chances do impacto são de 1 em 300 – 0,33%) daqui a 876 anos?

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência

Os amigos do presidente

O presidente Lula confirmou o nome do Senador Edson Lobão para o cargo de ministro das Minas e Energia. A nomeação só virou notícia por causa de várias denúncias contra o seu filho, Edson Lobão Jr (ou Filho, não sei).

A notícia rendeu mais porque o filho é suplente do pai no Senado, e com o afastamento de Lobão para o ministério, a cadeira será preenchida pelo “Lobinho”. Mas o que chama atenção mesmo é o fato de que o presidente tem sérios problemas quando se trata da nomeação de ministro.

É bem verdade que a nomeação de Lobão é totalmente política, e seu nome fora apresentado pelo PMDB, então e provavelmente, o presidente teve que “engolir a seco”.

Mas a lista de ministros-problemas não para de crescer: José Dirceu, Silas Rondeau, Mares Guia, Marta Suplicy (o que, você não acha ela um problema?).

Como diria um colega de trabalho: “é a corja do PT”. O melhor a fazer é novamente seguir o conselho da ministra do turismo, porque ainda falta muito tempo para esse governo acabar. E mesmo assim não há garantias de que o próximo possa ser melhor.

Quem sabe o próximo presidente tenha melhores amigos? 

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Os números da febre amarela e outros detalhes

A febre amarela vem assustando os brasileiros nestes últimos dias. Os números são mesmo apavorantes. Foram 5 mortes em 2007 e 8 mortes apenas em janeiro deste ano (e o mês ainda não acabou).

O episódio mostrou nossos sérios problemas em saúde pública. Então me perguntou. Onde foram parar os quase R$ 37 bilhões arrecadados com a CPMF que, em tese, deveriam ser destinados à saúde?

Também mostrou um outro grave problema brasileiro: educação. Mesmo com os apelos do governo, multidões foram aos postos de saúde tomar a vacina, mesmo “sem precisar”. Eu não os culpo, porque esse governo não é de confiança. Também senti medo, mas ainda não fui tomar a vacina. Vou esperar essa “febre” abaixar. Mas porque falei em educação? Ontem a imprensa noticiou o caso de duas pessoas que tomaram duas doses da vacina no intervalo de tempo de 2 dias.

Resultado: uma foi internada com hepatite e a outra com choque anafilático. Talvez o velho bordão “de graça até injeção na testa” (neste caso, no ombro mesmo) tenha falado mais forte para esses dois infelizes.

Que sirva de exemplo. Mas não vacile, na dúvida, é melhor prevenir do que remediar. Alguém sabe onde eu posso tomar a vacina?

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Plano de fuga frustado

É sempre assim. Quando você está totalmente preparado e pronto para qualquer situação, ela nunca chega e todos os seus planos vão por água abaixo.

Depois de ficar dois dias presos no trabalho por causa da chuva, estava totalmente preparado e treinado para efetuar uma “fuga espetacular”, buscando escapar da chuva.

A chuva não chegou. Pelo menos não aqui no meu trabalho, pois ao sair o céu apresentava nuvens “grosseiras”. É certo que em algum lugar choveu.

Até choveu, provavelmente em virtude de um casamento de viúva (sol com chuva), mas nada que fizesse esquivar dos ralos pingos dágua. É a famosa lei de Murphy!

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional