Parada Gay em São Paulo

Em uma conversa informal neste final de semana, chegamos a um acordo: a Parada Gay só acontece porque há um bom giro de dinheiro.

Isso é facilmente verificado pela quantidade de pessoas que dela participam. Ônibus chegando de todas as partes, hotéis da Avenida Paulista com boa ocupação, pacotes especiais nas agências de turismo e fora o consumo ao transcorrer da Parada.

Se não fosse pelo dinheiro, a “borracha” ia descer nessa turma.

Não pense que isso acontece por conta dos novos tempos ou do “politicamente correto” ou ainda da igualdade de direitos, etc, etc, etc.

Os acontecimentos do último domingo – uso de drogas, bebedeira, atropelamento, saques e outras mazelas – são suficientes para que se ponha um ponto final neste “evento”.

E não pense você, caro leitor, que é algo ligado a preconceito. Como prova disso (se é que preciso provar alguma coisa) posso citar essa tal “Marcha para Jesus”, outro absurdo tão grande quanto a parada gay. Tanto é verdade que já escrevi sobre isso no passado e se você, caro leitor, quiser relembrar ou mesmo tomar conhecimento do artigo, clique aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s