RJ: Polícia mata indiscriminadamente

A situação do Rio de Janeiro é insustentável. Todos vivem a beira de ataque de nervos. Tudo isso se traduz em mortes, geralmente de pessoas inocentes e indefesas.

A polícia carioca já matou mais de 500 pessoas só neste ano. Uma das últimas delas, o menino João Roberto de apenas 3 anos, foi de uma crueldade que eu só imaginava ver em livros de ficção. As cenas das câmeras de segurança de um prédio e todos os desabafos do pai da criança são chocantes.

As coisas só tendem a piorar e não adianta vir secretário de segurança e governador dizendo isso ou aquilo. O controle da situação “já se foi”.

A mesma polícia também é acusada de matar Patrícia Amieiro, de 24 anos. O carro dela caiu num canal depois de provavelmente ser atingido por tiros disparados a partir de uma viatura da polícia.

O Exército Brasileiro também aderiu à onda de violência patrocinada pelo poder público carioca. Todos devem ter lido e visto na TV este caso, que dispensa menção aqui, no Cotidiano.

É uma pena que tudo isso esteja acontecendo com a cidade maravilhosa, nosso maior cartão postal lá fora. Isso se deve principalmente a anos de políticos corruptos e incompetentes, da laia de Garotinho e família, por exemplo.

Espero que o eleitor carioca saiba escolher bem. Um toque apenas: políticos religiosos são da pior espécie possível. Cuidado!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Viagens pelos Estados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s