Arquivo do mês: julho 2009

O acidente do Felipe Massa

Não dava para pensar em outra coisa quando um carro de F-1 bate e o piloto não sai do carro. Apenas uma coisa vinha na minha cabeça àquela hora: Airton Senna.

Tamas Kovaos / EFE / AE

Tamas Kovacs / EFE / AE

O acidente do Felipe Massa parecia não ter sido nada demais, mas inicialmente era sim, inexplicável, o que por si deveria fazer com que o Galvão Bueno calasse a boca e não ficasse especulando as coisas como ele ficou. Ainda bem que ele não trabalha sozinho e a televisão rapidamente conseguiu achar aquela peça voando de encontro ao capacete do piloto da Ferrari.

Depois que você vê uma vez, fica fácil enxergá-la, mas a primeira pessoa que viu tem realmente “olhos de águia”.

Arte Final: Patrícia Haddad

Arte Final: Patrícia Haddad

Do dia do acidente até hoje inúmeras notícias foram veiculadas, desde ao risco de morte do piloto, passando pelo fim da carreira por possível lesão ocular, chegando a melhorar considerável e por último uma provável alta no domingo e viagem ao Brasil.

Certamente Felipe Massa ficará muito contente com o carinho dos fãs, brasileiros e também estrangeiros que fazem plantão na porta do Hospital Militar de Budapeste, na Hungria.

Mas tem o cômico do acidente, se não fosse trágico, obviamente. A peça tinha que sair do carro do Rubinho Barrichello. Não poderia ser de nenhum outro piloto. Para quem acha exagero esse parágrafo, já tem até piada a respeito: “o Barrichello quis pregar uma peça no Massa.”

O que o Cotidiano Nacional não quer deixar passar despercebido com essa observação e a falta de punição para a Brawn GP por causa dessa peça. Peças não podem sair “pulando” dos carros assim como aconteceu na última corrida. Nem peças e nem pneus.

A Renault foi punida e a Brawn GP também deveria ser.

Por fim, fica aqui a nossa frustração, pois tínhamos a expectativa de que a Ferrari iria “resgatar” Nelsinho Piquet daquela equipe porcaria do Flávio Briatore. Para o lugar de Massa ninguém mais ninguém menos que Michael Schumacher. É capaz de ele ainda ganhar corridas.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Esportes, Internacional

Gripe suína: estão escondendo o jogo

Parece que as coisas não estão tão bem ou sob controle como as autoridades brasileiras querem que nos acreditemos.

Eu até concordo que as coisas podem ficar pior se divulgarmos os números reais. Mas isso só acontece em países como o nosso, de gente ignorante e sem educação.

Mas não podem esconder das pessoas a verdade: há muito mais mortos pela gripe suína do que os “escolhidos” 46 divulgados até agora. Fontes do Cotidiano Nacional dão conta de que só em Curitiba 22 pessoas já morreram, mas que foi “PROIBIDO DIVULGAR”. Segundo essa mesma fonte, o número na capital do Paraná seria de 75 mortos até agora.

E tem outra coisa que estão mascarando: fazendo-nos acreditar que só morre quem tem complicação. O jovem que morreu em Osasco era plenamente saudável e os pais reclamam do atendimento no Hospital, relatando inclusive descaso do médico. E agora, o rapaz morreu!

Outro indício que a coisa é mais grave do que aparenta é a suspensão das aulas no estado de São Paulo. O início, marcado para o dia 03, ficou para o dia 17. Mortes agora chegam ao Nordeste com o primeiro caso (sic) registrado na Paraíba.

E apesar de todo esse cenário castrastrófico, as únicas coisas a fazer são: 1) o governo criar vergonha na cara e providenciar remédios e vacina para o seu povo; 2) para de contar os mortos e começar a trabalhar buscando melhorar o atendimento médico e 3) se preparar para o próximo inverno, pois ao que tudo indica o vírus circula livremente e não mais ficaremos livres dessa modalidade gripal.

É uma pena que sempre alguns tenham que pagar pelo descaso das autoridades.

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência, Cotidiano Nacional

O lixo dos ingleses – A revanche

Recentemente critiquei o regime da Rainha Elisabeth II, quando me referia aos ingleses terem mandado seu lixo para nós.

No entanto, é necessário informar ao caro leitor que os ingleses estão tratando com seriedade a presente situação. O lixo será repatriado e os responsáveis no Reino Unido serão responsabilizados, podendo pegar até 14 anos de prisão.

Pode ser que seja ações para inglês ver, mas o importante é demonstrar que há interesse em investigar o caso.

As empresas brasileiras que “compraram” o lixo foram multadas. O que mais vai acontecer aos responsáveis pelo lixo aqui no Brasil?

Lá no Reino Unido poderão pegar uma “cana dura”, já aqui no Brasil… bom, aqui no Brasil… é isso ai.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Internacional

A política é uma tremenda escola

Quando dizemos que política, futebol e religião não se discutem ou que “não gosto de política” estamos cometendo um grande erro.

A política, que eu já considerava uma ciência fantástica, agora considero também uma escola de “dar gosto”.

O suposto namorado da neta do presidente o Senado deu declarações à imprensa onde disse que “para a Casa (Senado), é um privilégio me ter como funcionário”. Eu já vi pessoas petulantes, mas igual esse “menino”, o rapaz é insuperável. Além de ser um tremendo cara de pau.

Henrique Dias Bernardes, na terceira fila à direita, no casamento da filha de Agaciel. Na primeira fila, José Sarney (Foto: Ailton de Freitas/Agência O Globo) Arte final: Alexandre Carvalho

Henrique Dias Bernardes, na terceira fila à direita, no casamento da filha de Agaciel. Na primeira fila, José Sarney (Foto: Ailton de Freitas/Agência O Globo) Arte final: Alexandre Carvalho

Pelo currículo apresentado – físico com pós graduação em economia e contabilidade (tudo a ver) – precisou de um “empurrãozinho” para arrumar uma colocação. Minha dúvida é: o que um físico com pós graduação em economia e contabilidade (sic) está fazendo no serviço médico do Senado? E qual seria a função que ele é qualificado e cumpre seus “compromissos com competência”, dizendo inclusive que “isso pode ser comprovado por meus superiores”. Que superiores? O mesmo que nomeou esse imbecil, por ato secreto (sem concurso público), para “trabalhar” no Senado.

Não bastasse isso, o rapaz já está seguindo os passos de um outro ilustre “professor”. Perguntado sbre o fato de sua nomeação ter sido feita através de ato secreto, disparou: “Sinceramente, não sabia“. Claro, que resposta mais óbvia.

Quando toda essa vergonha irá acabar? A família Sarney é uma vergonha para o país.

Nota do autor: A “arte final” da foto foi para identificar o sujeito e minha singela contribuição ao #forasarney que foi sucesso no Twitter.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

O “organizado” futebol paulista

O Muricy Ramalho, técnico recém contratado pelo Palmeiras, disse que não gostaria de trabalhar no futebol carioca por este ser desorganizado.

Mas vamos a “brilhante” organização do futebol paulista, limitando a falar do Palmeiras, time que o contratou.

Primeiro podemos citar a tentativa fracassada de contratá-lo inicialmente. As desculpas foram inúmeras: o salário dele não é realidade no Palmeiras; o Muricy queria tirar férias (com direito a vídeo na praia); o Jorginho vem fazendo trabalho, etc. Tudo falácia, o que demonstra que nem sequer sabiam o que estavam dizendo. Isso é organização?

Depois acham que o Jorginho tá bom, aumentam o salário dele em pelo menos 4 vezes, o que o deixa feliz (eu também ficaria) e com os resultados aparecendo, tá ótimo um treinador como o Jorginho. Tem gente até que criticou o aumento dado. Não bastasse quadruplicar o salário, tornando-o totalmente fora da realidade brasileira – já era antes do aumento – queriam que fosse pelo menos dobrado o já quadruplicado salário. Maravilha de organização!

Feito o aumento e a confirmação do treinador no cargo, eis que surge a notícia da contratação do Muricy Ramalho, que tinha um salário fora da realidade do Palmeiras e que queria ficar um pouco mais descansando. Que beleza de organização!

E agora, Jorginho? Vão baixar o salário dele? Acho que não, e penso que o grande vencedor foi ele, o próprio Jorginho. Agora ganha 4 vezes mais para fazer o mesmo serviço de outrora. E o Palmeiras ainda vai pagar o salário do Muricy, salário este, insisto, fora da realidade do clube. Que organização!

O mais interessante é o seguinte: mudou o treinador, que tinha todo o apoio dos jogadores, e o primeiro jogo com a nova notícia, o time perde de virada. Se perder mais três ou quatro partidas, tchau Muricy. Então, teremos Jorginho!

É assim a organização do futebol paulista.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Os perigos e armadilhas do Twitter

O leitor do Cotidiano Nacional tem sempre opção: elogiamos o Twitter no post anterior e agora vamos mostrar a face “nefasta” da ferramenta. Obviamente que este post vem de encontro aos anseios de nossos leitores.

Toda e qualquer atividade virtual pode ter um agravante: podemos nos esconder, mostrar aquilo que não somos e ter despertado os “instintos mais profundos”.

Não há como negar que a falsa impressão de que temos algo ou alguém sempre ocorrerá na atividade virtual, e isso não poderá ser mudado, bem como não será mudado e nem mesmo substituído a importância do contato pessoal.

Há que se tomar alguns cuidados com o que escrevemos no Twitter. Usuários mais antigos relataram que, ao combinar um encontro em um determinado local, pessoas que não faziam parte do círculo acabaram por aparecer no encontro.  Como evitar constrangimentos deste tipo. E as pessoas públicas, que cuidados devem tomar?

Penso que não é nada diferente daqueles cuidados que temos ao comprar um livro, pagar uma conta no internet banking ou mesmo cuidado com os termos utilizados. Esses cuidados são idênticos, tanto na vida real quanto na vida virtual.

O que não poderei aceitar é culpar a internet pelo afastamento entre as pessoas. Desde que o mundo é mundo e vem se desenvolvendo, nós trabalhamos incessantemente para nos afastarmos o máximo dos “seres humanos”.

Será culpa da internet a criação de grupos que pregam todo e qualquer tipo de racismo? É uma forma de isolamento! Será culpa da internet a necessidade de nos fecharmos em condomínios para nos protegermos dos “seres humanos”? É outra forma de isolamento! Será culpa da internet o egoísmo e as brigas desenfreadas nos ambientes corporativos buscando uma posição melhor no trabalho, mesmo que para isso tenhamos que pisar nas pessoas? É mais uma forma de isolamento.

O Twitter, a internet e o convívio pessoal têm os seus prós e contras, sempre e até o fim da existência. O que temos que fazer é usar os prós e trabalhar em cima dos contras.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Para que serve o Twitter?

Todas as críticas que eu vejo sendo feita ao Twitter são infundadas e sem o conhecimento da ferramenta, o que é pior, tornando-as totalmente desacreditadas.

Muitos têm a ideia de que dizer o que estamos fazendo (What are you doing?, do original inglês) significa que vou colocar aqui: “Acabei de vir do banheiro e esqueci de lavar a mão”; “Estou sentando na minha cadeira sem ter o que fazer”; e por ai vai.

O Twitter caiu no gosto de todos os setores da sociedade. Empresas tentam vender usando o Twitter. Televisões antecipam programação e programas. Personalidades trocam “prendas” por seguidores. Anônimos participam deixando suas impressões. E muitas outras situações

Através do Twitter é possível descobrir novidades e raridades na internet. Mas o que mais tem me chamado a atenção é a proximidade com pessoas que antes, mal conseguiríamos sentar à mesa para tomar um café e discutir os problemas da cidade.

Quando falo isso cito, por exemplo, o Secretário Municipal das Subprefeituras da cidade de São Paulo, Andrea Matarazzo. Através do Twitter pude discutir com ele algumas ideias em relação a obras na cidade. Ele é sempre muito solícito e responde na medida do possível a todas as indagações, além de divulgar obras e melhorias em toda a cidade de São Paulo. Ele está fazendo propaganda? Pode estar, mas prefiro imaginar que ele está trabalhando pelo bem de São Paulo, e isso é muito mais importante.

Outra personalidade interessante a seguir é o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger. Ele divulga suas atividades diárias, desde despacho em seu gabinete até cafés da manhã com os eleitores. Schwarzenegger também divulga fotos de seu dia-a-dia, muitas vezes parecendo ser bastante próximo da população, o que é de fundamental importância. Eu “twittei” o governador José Serra dando essa sugestão à ele, mas ele ainda não me respondeu sobre o assunto. Serra escreve pouco, e geralmente de madrugada.

E não é só isso: o Twitter vem trazendo uma avalanche de novidades na grande rede, algumas muito curiosas, como por exemplo, outras ferramentas que garantem plena “conversação” entre as plataformas. Uma delas chama a atenção pela audácia de seu criador. Ele oferece um programa que se parece com uma planilha em excel, mas representa o Twitter. Em sua página, ele diz que esse programa é “perfeito” para usar nas grandes corporações, dando a impressão de que estamos trabalhando efetivamente.

Esses são apenas alguns poucos exemplos do que vem acontecendo na rede quando o termo a se usar é “o que você está fazendo?”

Apesar de tudo, nada pode substituir suas impressões pessoais. Cadastre-se no Twitter, ou simplesmente visite a página de algum conhecido ou amigo, ou personalidade. Tire suas próprias conclusões e então opine, com conhecimento de causa.

Nota do Autor: faltou mencionar, neste post, a importância do Twitter nas coberturas dos acontecimentos no Irã e na China. O primeiro sobre a eleição fraudulenta que manteve no poder um déspota e no segundo, em relação ao massacre ocorrido recentemente contra etnias. Países extremanente fechados e antidemocráticos, responsabilidade de seus governantes.

Além disso, não poderia ficar de fora os inúmeros protestos contra o senador José Sarney, acusado de ser responsável por inúmeras mazelas no Senado federal, onde é presidente.

Querendo ou não, o Twitter tem a sua importância nos acontecimentos ao redor do mundo.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional