SP: A Cesar o que é de Cesar

Alguns leitores reclamaram dos insistentes ataques do CN contra o prefeito Gilberto Kassab e decidimos então falar das coisas boas do Kassab, que existem sim, como em qualquer administração.

Antes porém, creio serem justas algumas de nossas demandas e mais ainda pelo fato de sermos eleitores do prefeito Kassab, ou o amigo esperava que nós votássemos na Marta?

Isto posto, é bem verdade que as intenções do prefeito do DEM são as melhores possíveis, assim como as do inferno. É fato que o prefeito está sendo, no mínimo, omisso, e agora vem aparecer na televisão para desejar feliz natal.

Mas vamos às boas obras do prefeito. A Lei Cidade Limpa é um marco para uma cidade como São Paulo. Foi nítida e literalmente visual a mudança na cidade com a proibição daquelas enormes placas de publicidade e letreiros luminosos. Não tenho como negar que a cidade ficou mais visível.

Outra boa atuação da prefeitura de São Paulo é em relação às escolas. Como estudante de Biologia e quem sabe futuro professor de escola pública, venho realizando desde o 3º semestre estágio de licenciatura nas escolas públicas da Grande São Paulo. Oportunamente passei por escolas estaduais e municipais. As diferenças são marcantes e alguns problemas são recorrentes. Mas a escola aos cuidados da prefeitura está bem melhor que a do Estado.

Mais organizada, mais conservada e melhor preocupada com os alunos e com a comunidade escolar como um todo, a escola da prefeitura fornece material escolar, uniforme, almoço, transporte, leite em pó, além de ter uma estrutura um pouco melhor que a escola do estado.

Talvez a única falha da prefeitura é a questão da inclusão de alunos com algumas limitações ou portadores de necessidades especiais. Esses alunos estão sendo corretamente colocados nas salas de aulas regulares, mas nem o professor, nem os colegas e muito menos os servidores da escola (desde o Diretor até a merendeira) estão preparados para recebê-los ou mesmo sabem como lidar com as inúmeras situações do cotidiano escolar, presenciado por este que vos escreve, inclusive.

Por fim, quero citar a questão dos fretados na cidade de São Paulo. Acredito nas coisas simples e portanto se foram mexer com os fretados é porque algum tipo de problema existia. Mas ainda tenho algumas dúvidas, que aos poucos vem sendo tiradas por questões e acontecimentos. Por exemplo: com um orçamento exagerado para a publicidade, Kassab agora entra na sua casa e deseja a você um feliz natal e diz que trabalha para a maioria. Gostei da frase e acho que ela serve para a questão do fretado. O pobre não anda de fretado, ele anda de ônibus lotado. A minoria que usa o fretado está deixando o carro em casa, mas a regulamentação veio em boa hora, pois já tomei conhecimentos de vários relatos que contam como os fretados atrapalham o trânsito da cidade de São Paulo.

Regular sim, porque não vivemos em uma cidade sem lei. Pelo menos, não no papel.

Temos a consciência de que o prefeito procurar fazer um bom trabalho, mas isso também não é mais do que obrigação. Eu não quis ser prefeito e nem me candidatei. Quem se propôs, que “vista a camisa”.

No mais, não acredito que o prefeito Gilberto Kassab possa virar o jogo e terá uma avaliação por volta de regular a ruim. Infelizmente, para milhões de paulistanos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s