Arquivo do mês: julho 2010

Eleições 2010: Mudança na mentalidade do eleitor vai por Datafolha abaixo

Sempre quando há eleições eu confesso que tenho extrema confiança e esperança de que as coisas vão mudar e que os eleitores brasileiros vão saber escolher. Afinal, errar é humano, mas permanecer errando é burrice.

No entanto, e não querendo ser um cara pessimista, os números do Datafolha divulgados recentemente me levam a crer que nossos eleitores não levam a sério a eleição como deveriam ser. Na certa, eles acreditam cegamente naquela história de que “política não se discute”. Discute sim!

Estou me referindo em especial às pesquisas sobre a intenção de voto para Senadores. Vou ser simples, claro e direto: Como é possível dar sobrevida a políticos como Marta Suplicy (PT-SP), Roberto Requião (PMDB-PR), Marcelo Crivela (PRB-RJ), Marco Maciel (DEM-PE), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Orestes Quércia (PMDB-SP)? Todos esses têm chance de serem eleitos para o Senado Federal.

E o que dizer que em São Paulo, o inexpressivo Ciro Moura, do inexepressivo PTC (Partido Trabalhista Cristão conseguiu 19% das intenções de voto, apenas e tão somente porque parte do eleitorado acha que ele é o Ciro Gomes? Isso porque Moura se registrou apenas como Ciro. Olha de que forma o malandro quer chegar ao Senado! Que cristão é esse?

Depois destes resultados acho pouco provável que o eleitorado faça uma boa escolha nas próximas eleições. Vou dizer algo aqui que muitos podem ser contra ou achar que é discriminação, mas nunca é demais lembrar que 53% dos eleitores não tem o primeiro grau completo.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Eleições 2010

Eleições 2010 São Paulo: Eleição decidida em primeiro turno?

As eleições estaduais ficam a margem da eleição presidencial e pouco se fala dos candidatos aos governos estaduais, exceção feita quando o candidato é polêmico, a exemplo de Fernando Collor, nas Alagoas.

Mas os dados das eleições estaduais são bastante interessantes, por exemplo: você sabia que os partidos que mais lançaram candidatos são exatamente os partidos menos expressivos? PSOL e PSTU lançaram 24 e 18 candidatos aos governos estaduais respectivamente.

Outra curiosidade, agora focando em São Paulo, que é nosso assunto de hoje, é a aliança entre PSDB e PMDB. Todos devem saber que o PMDB apóia Dilma Roussef, tem inclusive o candidato a vice, Michel Temer. Bastante curiosa essa “diversidade” política.

O assunto de hoje, no entanto, é São Paulo. O estado terá 7 candidatos, classificados provavelmente pela ordem das pesquisas: Geraldo Alckmin (PSDB), Aloizio Mercadante (PT), Celso Russomano (PP), Paulo Skaf (PSB, Fabio Feldman (PV), Paulo Búfalo (PSOL) e Luis Carlos Prates (PSTU).

A eleição em São Paulo está praticamente esquecida. Será que é porque acreditam numa vitória do ex-governador Alckmin já no primeiro turno? Não é difícil de prever isso, sendo seus adversários mais próximos o Mercadante e o Russomano.

As pesquisas de opinião ainda não foram divulgadas, mas em uma prévia do Datafolha, quando os candidatos ainda não estavam definidos, Alckmin aparecia com 49%, contra 11% de Mercadante e de Ciro Gomes, que estava cotado na época para ser candidato ao governo de São Paulo. O Datafolha fez ainda outras simulações, todas com Alckimin superando a marca dos 50%.

Não é muito fácil compreender porque a eleição do mais rico estado da federação esteja assim tão desinteressante. Culpa dos eleitores ou culpa dos adversários. São Paulo mostra que não tem ninguém páreo para o PSDB, dando conta de que as gestões dos tucanos são mais do que aprovadas, desde 1995 quando Mário Covas assumiu o comando do Palácio Bandeirantes.

Nota do Editor: Este post foi escrito antes da divulgação das pesquisas do Datafolha. Em breve, considerações a respeito dos resultados apresentados.

Fontes: Estadão e Datafolha

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Eleições 2010

Curtas e Grossas Reloaded

Quando a vontade de escrever é superada por qualquer motivo, um blog corre sério risco de ficar sem atualização. Muitas das vezes alguns editores resolvem fazer um apanhado geral das notícias, porque não é fácil cobrir todos os assuntos do cotidiano mas também é simplesmente inexplicável ficar sem atualizar, já que foi criado para uma cobertura sobre o Cotidiano Nacional.

Sendo assim, está de volta a série “Apanhado Geral da Situação“, com esses curtas e grossas, confira:

– Sylvester Stallone é o assunto do dia. Ele teria feito uma piada infeliz sobre o Brasil o que causou “comoção nacional”, em especial no Twitter. Mas agora ele já pediu desculpa e assim que seu filme for lançado no Brasil, várias pessoas irão ficar na fila para assistir a pré-estreia em um shopping qualquer.

– Assunto muito mais interessante e que foi confirmado agora há pouco é o não do técnico Muricy Ramalho à seleção brasileiro. O “poderoso” Fluminense, time que tem estádio com nome de machão – Laranjeiras – não liberou Muricy da multa e portanto está condenado a dirigir o time do pó de arroz.

– Como o assunto é Fluminense, vale lembrar que  eles NUNCA foram campeões da Segunda Divisão, então fica um pouco difícil entender porque o Fluminense faz parte da elite do futebol brasileiro.

– O super-badalado Mano Menezes, que era cotado para ser o técnico, pelo menos assim fazia em suas reportagens a Rede Globo, acabou passando de pop-star a segunda opção. Desculpem os mais entusiastas, mas está na cara que isso não vai dar certo. E qual a pergunta que fica? Quem será o técnico em 2014?

– Chega de futebol. Aqueles que nunca se deram, agora resolveram se estranhar. Mais uma vez a “democrática” Venezuela rompe as relações com a Colômbia. Sinceramente eu não sei quem é pior. Se o déspota do Hugo Chavez fazendo papel de ofendido ou os “paga-pau” dos americanos (nós não ficamos muito atrás, de que fique bem claro). Só falta o presidente Lula tomar partido do Chavez.

– Só sei que a América Latina tá virando um local muito mal frequentado. Hugo Chavez na Venezuela, Rafael Correra no Equador, Evo “cocalero” Morales na Bolívia, Dilma Roussef (sic) no Brasil. Onde vamos parar? Censura?

– Por falar em Dilma Roussef, o Vox Populi acaba de divulgar pesquisa onde a petista tem 8% de vantagem sobre o tucano José Serra. Hoje mais do que nunca vemos que essas pesquisas são encomendadas, compradas e etc. Só tem um dado que me faz acreditar nessa pesquisa. Como 53% dos eleitores não tem o 1º grau completo, é bem fácil entender uma pessoa como a Dilma Roussef possa estar na liderança.

– Mudando de novo de assunto. Sabe o que mais me impressionou até agora no caso Bruno? Primeiro foi ele dar uma entrevistada dizendo que espera que a Eliza apareça logo. Depois foi na sala da delegacia dizendo que a Copa de 2014 pra ele tinha acabado. Se esse cara matou/mandou matar a menina, ele é doente. Agora, se ela “aparecer” por ai, como ele deseja, o que pensar de tudo que já aconteceu? Acho que a polícia mata essa menina de uma vez por todas.

– O mundo parece ter dois problemas sérios: Coreia do Norte e Irã. Ambos parecem muito ansiosos para ter a bomba atômica. Se a Coreia conseguir, eu não sei o que eles seriam capazes de fazer, mas se o Irã conseguir, é melhor você, nobre leitor, não estar pelas redondezas do Oriente Médio.

– Mas porque os Estados Unidos podem ter a bomba atômica. Só eles? Alias, essa questão de energia nuclear é interessante. Nesta semana passei pela usina nuclear de Angra dos Reis e por um momento revive todo o drama que havia naquela região no passado, pós Chernobyl. Parece que a energia nuclear não é a grande vilã da história, a não ser quando eles conseguem colocá-la dentro de uma bomba.

– Bombeiros das Alagoas foram presos por desviar donativos mandados do Brasil todo. Isso tudo é uma grande vergonha e a corporação deveria também se envergonhar de ter pessoas desse naipe. Por mim, pode chover no país inteiro, infelizmente não vou mandar nem um copo d´água. E sim, os prejudicados vão pagar pelos cafajestes.

– O Brasil continua sendo um dos países mais desiguais do mundo, segundo a ONU. Alguém tem alguma novidade aí para contar?

– E para terminar, uma frase que está sendo atribuída ao Marcelo Tas, do CQC, programa da Rede Bandeirantes: “O Brasil não faturou a Copa de 2010, mas certamente irá superfaturar a de 2014”. Triste, mas nada mais que a verdade.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Série Apanhado Geral da Situação

ECA completa 20 anos

O Estatuto da Criança e do Adolescente completa 20 anos nesta semana.

Não há dúvida que o documento é muito importante e a vida da criança melhorou bastante, além do trabalho feito pelo governo em cima de suas diretrizes buscando uma vida melhor para as nossas crianças.

Mas ainda há muito o que fazer e pouco a se comemorar. Casos como os de pedofilia, pais mantendo relações sexuais e tendo filhos com seus próprios filhos dominam a mídia recente. E quem consegue esquecer o caso daquela procuradora que maltratava a criança que pretendia adotar? Ou a pequena Isabela Nardoni que foi jogada pela janela do apartamento pelo seu próprio pai? Ainda poderia mencionar a prostituição infantil, trabalho escravo, crianças em faróis e muitas outras mazelas as quais elas estão expostas.

No entanto, o que chamou mais atenção no aniversário do ECA foi a forma como o governo “comemorou” esses 20 anos: apresentando um projeto de lei (PL 2654/03), de autoria da Deputada Maria do Rosário (PT-RS) que proíbe castigos físicos contra as crianças. Belíssima forma de comemoração.

Ou demoraram 20 anos para perceber essa necessidade ou só agora entenderam que maltratar a criança fisicamente, bem como psicologicamente, atrapalha a formação e faz com que a criança se torne violenta. Fica a dúvida.

De toda forma, não há como negar que ter um documento como o ECA é melhor que nada. Só podemos agora esperar do governo ação contra aqueles que simplesmente desconsideram a importância da formação de uma criança, até que se prove o contrário, são o futuro do nosso país.

Nota do Editor: Procurei mas não encontrei meu exemplar do ECA, que seria fotografago e publicado aqui, Infelizmente passei recentemente por um processo de “encaixotamento” de livros e ficou simplesmente impossível localizá-lo.

Nota do Editor 2: Conheça o Estatuto da Criança e do Adolescente clicando aqui

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

O Hexa ficou para 2014. Ou não!

Chegou ao fim hoje a Copa do Mundo FIFA realizada na África do Sul. Passamos um mês assistindo tanto futebol que quando não tinha jogo eu mal sabia o que fazer.

E não deu para o selecionado brasileiro, que não conseguiu passar das quartas de final, sendo superada pela Holanda, oVasco da Gama do futebol mundial.

A Espanha sagrou-se a grande campeã do mundo, e olha que eu critiquei a Espanha fortemente, por ter perdido para a “poderosa” Suiça e por não fazer gols.

Mas agora tenho que ficar quieto e saudar os espanhóis.

E essa Copa vai deixar saudade e muitas histórias serão contadas. A história do polvo Paul que escolhia os vencedores das partidas, e não errou nenhuma. As vuvuzelas, que nada mais são do que a boa e velha corneta, usada desde os tempos do Coliseu. Isso sem falar da nova Africa do Sul, em parte livre do preconceito. Ele ainda existe, mas o país é outro, sem dúvida nenhuma.

A Copa do Mundo também “bombou” no Twitter e de todas as coisas que li, as piadas sobre o Felipe Melo foram as mais inteligentes, mas a mais inteligente de todas, foi proferida por Marcelo Tas (se não me engano): “O Brasil não faturou a copa de 2010 mas vai superfaturar a de 2014”.

Pessoalmente acho que nenhuma seleção é superior à nossa. Nós só perdemos para nós mesmo, como aconteceu no jogo contra a Holanda. O Brasil estava irreconhecível.

Agora é esperar por 2014 e ganhar o Hexa ou encarar um novo “Maracanazo”

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

O poder da reclamação

Já faz um tempo que as coisas mudaram quando o assunto é a satisfação do consumidor. Hoje, muitas das vezes, uma reclamação é na maioria das vezes resolvida de forma simples, sem a intervenção de ninguém e o consumidor aprendeu que isso faz parte de seus direitos.

Ainda há muito o que melhorar, porque sempre teremos empresas picaretas e gente mal intencionada querendo enganar e levar vantagem.

Hoje fiz uma reclamação em relação ao atendimento prestado por um banco. Surpreendentemente recebi uma ligação da agência menos de uma hora depois de registrada a ocorrência no site da instituição. Fiquei surpreso mesmo. Foram atenciosos e principalmente tranquilizadores, o que fez com que eu considerasse a demanda encerrada.

Mas nem sempre é assim e nem sempre a reclamação é em busca de uma compensação, mas em busca de uma melhora no atendimento por parte desta ou daquela instituição. Assim foi a reclamação com outra instituição financeira, acerca de uma débito em minha conta corrente.

Esse atendimento não foi muito exemplar. Alias, essa instituição financeira vem apresentando uma piora nos serviços e um descaso com seus clientes que me fizeram tomar uma decisão. Vou encerrar a conta neste banco.

Outra reclamação recente que ainda não obtive resposta foi com uma fabricante de sucos. O lacre da caixa longa vida simplesmente descolou, impossibilitando conservar o suco na geladeira. Poderia eu mudar de recipiente? Perfeitamente, mas não é essa a questão.

A questão é como estão preocupados com seu bem estar e com o controle de qualidade. É óbvio que eu poderia resolver esse problema e contribuir para que a empresa nunca soubesse do problema em seu produto.

Por essas e outras que o consumidor precisa sim, sempre reclamar quando for mal atendido ou quando o produto não corresponder a suas expectativas. No entanto, esperamos que as reclamações sejam feitas com seriedade e não como forma de levar algum tipo de vantagem.

Somos os responsáveis por melhores produtos e serviços e temos também muita força quando for necessário parar de consumir produtos de empresas que não respeitam o consumidor.

Acredite, reclame e faça valer os seus direitos.

1 comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional