Arquivo do mês: setembro 2010

O partido abutre

Ilustração de Fabio Pagliuca

Vamos estreiar hoje uma nova coluna no Cotidiano Nacional: a Teoria da Conspiração. Aqui vamos relatar as teorias mais absurdas e algumas nem tanto do cenário político brasileiro

E para começar com chave de ouro, elegemos o partido abutre. Mesmo sem as eleições terem chegado ao seu final, já podemos eleger o partido arbutre dessas eleições. O carniceiro das urnas.

É o PMDB. O partido de “forte” ideologia consegue apoiar o PT na esfera federal e o PSDB na esfera estadual, como por exemplo, em São Paulo.

Algumas questões deveriam ser analisadas. Porque apoiar a Dilma é bom e apoiar o Mercadante não? Qual são as reais intenções do PMDB, tanto em Brasília quanto em São Paulo? Porque não indicou o vice do Alckmin?

O que acontece é o seguinte: O PMDB vai receber vários cargos de peso no governo federal e em São Paulo. Na certa serão pessoas sem nenhum conhecimento técnico, e ai vão fazer as porcarias que estão fazendo, por exemplo, nos Correios.

Teoria da Conspiração: provavelmente antes do fim do primeiro ano de mandato da Dilma (se eleita)*, o PMDB a terá derrubado do poder, o que não será nada difícil, e o “Touro Sentado” será o novo presidente. Sim, Michel Temer assumirá a presidência com a derrocada da Dilma e elegerá, no futuro, Aécio Neves.

*coloquei essa informação apenas por convenção, porque não dá pra acreditar no Serra.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Teoria da Conspiração

Pelo fim do voto obrigatório

Penso que essa eleição foi a gota d´água. Eu, que estou sempre lutando contra a descrença e levando as pessoas a levarem a sério a eleição, desanimei totalmente com os últimos acontecimentos em relação a eleição.

A indecisão do STF, as pesquisas de opinião, as possibilidades de eleição de Tiririca, Netinho, Marcelo Crivella, Fernando Collor entre outros me faz pensar em viajar no dia da eleição e não participar disso.

É muito difícil manter a disposição com um cenário desses, e olha que eu tinha uma boa expectativa para os próximos 4 anos. Mas como levar a sério, uma instituição como o Senado, por exemplo, que terá senadores como Marta, Netinho e Eduardo Suplicy representando São Paulo? É o fim da picada.

Eu não sei se continuarei com meus projetos políticos para o próximo ano, mas certamente a campanha pelo fim do voto obrigatório eu farei.

Começo a acreditar que voto obrigatório não é democracia. Alias, nós não somos mesmo uma democracia, somos uma ditadura democrática, que completa agora 16 anos de ditadura PSDB-PT, que são farinha do mesmo saco. Já escrevi sobre isso no Vivendocidade (confira aqui).

E o mais curioso disso tudo é que se o voto não fosse obrigatório, eu iria votar, mas o eleitor que vota em Netinhos e Tiriricas da vida, não. Então as coisas poderiam ser diferentes. Iriam votar apenas aqueles que realmente se importam como o processo político. São poucos.

Já fui criticado por essa declaração, mas vou insistir nela: 53% dos eleitores não possuem o ensino fundamental completo.

Portanto, a partir de 2011 o Cotidiano Nacional terá duas frentes: o fim do voto obrigatório e a exigência de escolaridade mínima para votar e para ser votado. Discriminação? Pode ser, mas aceito discutir o assunto e rever minhas posições, se for convencido disso.

Nota do Editor: Imagem retirada de FAULOG

Deixe um comentário

Arquivado em Eleições 2010

Quem precisa do Supremo Tribunal Federal?

Quem perdeu seu tempo assistindo ao julgamento da Lei da Ficha Limpa sentiu vergonha. Vergonha de ser brasileiro, vergonha de acreditar na justiça, que ao que parece combina mais com “sempre tarda e sempre falha”. Mas na verdade sentiu só 50% de vergonha.

E esse 50% de vergonha tem nome e sobrenome: Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Cezar Peluso.

Parenteses: Se não me engano, o Marco Aurélio Mello é parente do Fernando Collor, não é? Só para saber!

Mas nós não precisamos que o STF decida a ficha limpa. Você eleitor, é quem vai decidir sobre essa lei. E então não precisaremos mais do STF e eles podem ficar 10, 12, 15 horas discutindo e falando em linguagem que nem mesmo eles entendem.

E agora quero falar em especial com o eleitor do DF, ou com pelo menos 33% deles. Esse é o percentual de intenção de voto para Joaquim Roriz, que foi barrado pela ficha limpa e agora, na maior cara de pau, vai lançar a mulher em seu lugar.

Ele está tirando sarro da cara do eleitor quando decidiu fazer isso, e 33% de vocês ainda vão votar nesse canalha? Confira na reportagem da Folha.

Isso serve para todos os eleitores, de São Paulo inclusive. A internet disponibiliza um leque de informações, oficiais, sobre cada candidato. É só fazer uma pesquisa simples e descobrir se seu candidato merece mesmo seu voto.

Eu tenho pregado que por conta de 53% dos eleitores não terem o ensino fundamental completo é que políticos desse naipe serão eleitos. Vamos lá pessoal, estou louco para que vocês calem a minha boca.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Eleições 2010

Aí sim fomos surpreendidos novamente

Depois de um longo e nem tanto tenebroso inverno, ingressamos na primavera. E com ela, chegou também mais um artigo da série “Apanhado Geral da Situação“.

Para quem ainda não conhece nossa série, recomendo a leitura, explicando que é um apanhado de informação do momento, procurando informar o leitor, de forma simplificada, sobre os principais acontecimentos do Brasil e do mundo.

Então vamos nos surpreender?

– Neste exato momento em que escrevo está sendo discutida no Supremo Tribunal Federal a Lei Ficha Limpa. Essa lei poderia nos livrar de vários “malandros”, “canalhas”, “mentirosos”, “caluniadores”, “safados”, entre outros. Mas ao que parece, essa lei será para inglês ver, apesar dos atuais 5×2. Mas vamos aguardar o resultado final. Só não sei se termina hoje.

– Dando uma volta pelo mundo, vamos desembarcar na ONU. Hoje, nos EUA, o presidente do Irã “Barbudo” Ahmandinejad insinuou que os próprios americanos estariam por trás dos ataques de 11/09. Foi po suficiente para que a delegação yankee deixasse o plenário, junto com mais 30 países. Não sem antes o pronunciamento daquele imbecil do Celso Amorim dando apoio aos iranianos, como se estes ouvissem aquele, que nos representa.

– Ainda nos EUA, o estado da Virginia executou hoje a primeira mulher em quase 100 anos. Teresa Lewis, de 41 anos, recebeu uma injeção letal e foi declarada morta às 22h13 (Horário de Brasília), apenas 20 minutos do momento em que escrevo este artigo. Por mais que a gente pense que existem pessoas que deveriam mesmo receber a pena de morte, não é fácil aceitar ou imaginar a situação. Assunto polêmico, sem dúvida.

– Voltando para o Brasil, a crise da Casa Civil parece sem fim. Quando mais se investiga mais coisas erradas são encontradas. Na certa, nem o Presidente Lula e nem a candidata Dilma Roussef sabiam de nada. Óbvio. E para completar, o presidente falou que Ereniuce Guerra perdeu a chance de ser uma grande funcionária.

– São graves e preocupantes as críticas que o presidente faz contra a liberdade de imprensa. Corremos um sério risco com a eleição de Dilma. E não se engane o leitor achando que eu sou Serrista, porque com o Serra as coisas poderiam ser pior, em relação à liberdade.

– E por falar em Serra, nunca vi uma campanha tão desorientada quanto essa do PSDB. Parece que os rumores de que Serra acabou com o PSDb são mais do que verdadeiros. Ouvi inclusive que Aécio Neves irá fundar um novo partido, levando algumas lideranças do próprio PSDB, do DEM e certamente de outros partidos menos expressivos.

– Hoje ouvi ele falar em MT ou MS sobre a questão de estar preparado para emergência. Ele fez isso tão bem em São Paulo que a cidade histórica de São Luiz do Paraitinga simplesmente foi destruída depois de fortes chuvas.

– Não queria falar de futebol, mas essa semana tivemos o acontecido entre Neymar e o técnico Dorival. Lógico que o técnico dançou, mas ainda bem que o Santos (time sem nenhuma expressão) não manda nada na CBF e o Mano vetou, com propriedade, o deliquente garoto santista.

– Neste momento acontece mais um debate com os presidenciaveis. Eu confesso que já estou de saco cheio dessa eleição, exceção feita às tiradas do Plínio de Arruda Sampaio, do PSOL. Agora é só esperar os 4 anos passarem, da forma que vierem.

– O Cotidiano Nacional pretende, no ano que vem, ser bastante atuante no cenário político. O leitor não perde por esperar.

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

Patrimônio Virtual

O que será feito do nosso Patrimônio Virtual? Hoje em dia é muito fácil ter um blog, uma conta no orkut, no facebook, inúmeras contas de email, etc, etc. Administrá-las, nem tanto.

Mas o que será que as gerações futuras farão com esse patrimônio. Que fim terá os b,ogs que eu escrevo, as fotos que eu publiquei quando partir dessa existência?

Haverá regras para o sigilo? Será possível violar as caixas de email? Haverá espaço na rede para guardar tudo isso para sempre?

Não sou daqueles que ficam tão preocupados assim com essas coisas, pois uma vez aprendi que “a morte é um problema dos vivos”. No entanto, essa curiosidade assolou meus pensamentos por um tempo. Depois eu esqueci e agora estou retomando com essa ideia.

O que será feito do nosso Patrimônio Virtual?

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Os 10 mais do Cotidiano Nacional (2ª edição)

Eventualmente eu gosto de listar os 10 posts mais visualizados do Cotidiano Nacional. Não é tanto para que eles possam ter mais acessos ainda, mas pela diferença do primeiro para os demais.

A primeira que fiz esse levantamento foi em janeiro de 2008 e o campeão de acessos ainda não havia sido escrito. Confira os mais lidos de 2008 clicando aqui e aqui.

E agora, confira os 10 primeiros em visualizações, desde a inauguração do blog, em junho de 2007.

1° lugar – Salitre: Mito ou sabedoria popular (13.886)
Será que a comida de restaurante tem salitre? Você sabe o que é salitre e em que e usado?

2° lugar – 6 de agosto: aniversário do maior atentado terrorista da história (4.165)
O dia em que os EUA, em nome da guerra, cometeu o maior atentado terrorista da história.

3° lugar – Apofis não destruirá o planeta (2.914)
Em rota de colisão com a Terra, ou não, o Apofis tira o sono dos astrônomos e os aficcionados pelo espaço.

4° lugar – A intrigante saga do salitre (2.827)
Jogada de marketing do Cotidiano Nacional, a boa receptividade do post original faz com que a história ganhe novos capítulos.

5° lugar – Gripe suína: estão escondendo o jogo (2.384)
Quando a gripe estava em alta, os números pareciam não mostrar a realidade e a população estava em pânico sem saber o que fazer. Ainda não havia vacina naquela época.

6° lugar – Curtas e Grossas (2.372)
Quando o tempo e a vontade aperta, passamos a escrever um apanhado de notícias e o curtas e grossas acabou fazendo bastante sucesso.

7° lugar – 2036: o ano do fim do mundo (1.941)
Neste ano poderá ser o fim, se o Apofis acertar a Terra “em cheio”.

8° lugar – Quanto mais queijo, menos queijo (1.648)
A história de um remédio usado contra a cefaleia que pode causar, como efeito colateral, a própria cefaleia.

9° lugar – Leitor questiona Anvisa sobre a utilização de salitre na alimentação. (1.606)
Leitor do Cotidiano Nacional nos envia questionamento a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e resposta do órgão sobre o assunto.

10° lugar – Pará: a caça aos golfinhos (1.606)
A caça indiscriminada dos golfinhos ganha notoriedade no Cotidiano Nacional e é mencionada em blog escrito no Japão.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Dia da Independência do Brasil

Hoje, 7 de setembro, comemoramos o dia da independência do Brasil. Não importa aqui se somos ou não independentes. Talvez hoje sejamos mais independentes do que na época em que eu desfilava no interior, representando minha escola.

Mas quantos sabem o que o dia de hoje siginifica. Quantos pararam para refletir sobre um dos feriados mais importantes do país. Ou importante mesmo é ir para praia e interior e depois passar boa parte do domingo na Imigrantes e Carvalho Pinto.

Tenho certeza que para muitos o feriado passou em branco mas não sei se é correto que seja assim. Também não sei se é genuína minha preocupação.

Acho que boa parte da nossa independência também tem a ver com o que faremos nas eleições de outubro. Estou cansado de dizer aqui que sempre acho que peço demais quando espero que os eleitores tenham um pouco de sabedoria nesta hora. Sim, é pedir demais. Infelizmente.

É necessário educar as crianças para a importância de datas como o 7 de setembro. Temos que mudar a mentalidade em relação ao país. O Brasil mudou muito nos últimos 20 anos e merece todo nosso respeito.

Sim, sou nacionalista (fazia tempo que não ouvia esse termo, ouvi hoje no twitter) e serei sempre um entusiasta do país, por mais que os eleitos não consigam atingir minhas expectativas. Mas somos nós que os elegemos. Por isso, por mais que eu seja um pessimista nato, sou um dos pessimistas mais otimistas que conheço e por isso mesmo vou lutar por dias melhores e por eleições melhores.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional