O fim dos institutos de pesquisas

As eleições de ontem tiveram bons e maus resultados ao redor do país, mas um resultado que não dá pra constestar é o fim dos institutos de pesquisas.

Não é de hoje que escuto eleitores dizendo que vão votar em fulano porque está melhor colocado nas pesquisas e que ele não “quer perder o voto”. Desta forma, os eleitores acabam sendo motivados a votar no candidato de interesse do instituto. Mas eles não deveriam ser isentos? Parece que não existe esse interesse. Mas será que eles só vivem de fazer pesquisa política? E as pesquisas de mercado, por exemplo? Quem em sã consciência contrataria uma empresa que apresenta dados duvidosos?

Para não alongar muito a conversa, vou citar apenas 2 exemplos de pesquisa furada divulgadas pouquíssimos dias antes da eleição.

Pesquisa DataFolha feita entre os dias 1º e 2 de outubro para o Senado de São Paulo: Netinho (PC do B) e Marta Suplicy (PT) apresentavam 24% das intenções de votos e Aloysio Nunes (PSDB) estava com 20%. Pode parecer pouca a diferença? Tá bom então, eles erraram só por 10%. Resultado final do Senado em SP: Aloysio (30,4%), Marta (22,6%) e Netinho (21,1%).

Pesquisa Ibope para o Governo de Alagoas realizada nos dias 29 e 30 de setembro: Teotônio Vilella (PSDB) tinha 34% das intenções de voto, seguido por Fernando Collor (PTB) com 31% e Ronaldo Lessa (PDT) com 24%. O Ibope errou mais feio ainda que o DataFolha. Vilella terminou a eleição com quase 40%, seguida de Lessa com 29% e o fiasco ficou com o Collor, que atingiu quase 29% mas ficou fora da disputa pelo Governo. Houve época em que o mesmo Ibope classificava Collor em primeiro (Collor tinha incríveis 38% das intenções, segundo o Ibope).

Talvez o nobre leitor sinta falta de comentários sobre as pesquisas do Vox Populi e do Sensu/CNT, mas resolvemos falar apenas dos institutos que tinham um mínimo de credibilidade.

Eu até aceito que os eleitores votem em Tiriricas da vida, mas que faça sua escolha de própria cabeça (ou ausência de) e não por números apresentados por institutos de pesquisas, que não tem o menor escrúpulo, conforme resultado das eleições. Existem inúmeras pesquisas furadas, mas eu não vou dar atenção a essa gente. Os exemplos mostrados são mais do que suficientes.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Eleições 2010

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s