Brasil reconhece a Palestina de 1967. Mas e daí?

Hoje um colega blogueiro queria saber se houve algum tipo de repercussão (em blogs) em relação ao reconhecimento do Brasil ao estado da Palestina, conforme as fronteiras definidas em 1967, antes da guerra dos 6 dias.

Eu sinceramente só estou escrevendo por causa dessa dúvida dele, mas tenho certeza que tenho pouco a acrescentar. Não entendo desde há muito tempo o que acontece naquela região e existe uma infinidade de coisas que pretendo aprender antes de saber porque palestinos e israelenses querem se matar.

Mas tenho algumas opiniões formadas. Não acho que os palestinos são tão coitadinhos assim, como também não acho que os judeus (israelenses) são o povo mais perseguido do mundo.

Porque se fala tanto do holocausto mas pouco nos importamos com os negros escravizados? Porque não nos importamos com o massacre promovido por espanhóis e portugueses nos “princípios” da América? Porque não estamos nem ai com os índios americanos? Porque nossas crianças ainda morrem de fome?

Então, espero que israelenses e palestinos, ou se matem de uma vez ou resolvam seus problemas.

Sobre o Brasil ter metido a mão nessa cumbuca, acho que ainda faço parte daqueles que viveram um país submisso às grandes potências. Não estou acostumado ainda com os empréstimos que fazemos ao FMI, com nossa importância estratégica para a região e com as mediações de acordos nucleares.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s