A imprensa esportiva paulista

Faz tempo que gostaria de falar da imprensa esportiva paulista, mas faltava vontade e até mesmo disposição.

Mas neste carnaval, não tem como não comentar o fato de que os jornalistas que cobrem o futebol paulista ficaram meio sem saber o que dizer, ou mesmo o que falar. Uma pequena nota no fim da coluna de Benjamin Back (que eu nem acho tão imbecil, tem piores) definiu o incômodo.

Ele escreveu assim: “Por que a Globo não transmitiu Linense X Corinthians e por que a Band passou Fla e Olaria para São Paulo?”

Antes de tentar responder a pergunta do Back, preciso lembrar que a imprensa esportiva paulista é ridícula, medíocre, recheada de “profissionais” que eu não consigo classificar de outra forma. Não vou citar nomes, mas não é por medo, é para não cometer injustiças e não listar todos os ridículos que tentam convencer o país sobre a supremacia do futebol paulista.

A título de exemplo, podemos citar o Neto, que já colocou mais de 3.500 jogadores na seleção brasileira. Em cada jogo que ele transmite, pelo menos uns 3 jogadores de cada time deveriam ter uma vaga na seleção. Desde jogadores do Corinthians, Palmeiras e São Paulo até jogadores do São Bernardo, Santo André e Linense.

É simples, meu caro Benjamin Back. Talvez a Globo e a Band tenham percebido que passar jogo do Corinthians contra ninguém não é tão interessante quanto eles imaginavam que fossem. Tentar convencer o país de que a torcida do Corinthians é maior que a do Flamengo já foi uma das batalhas perdidas pela Globo. Antes, todo o resto do país assistia jogos emocionantes, jogos que valiam alguma coisa, enquanto que São Paulo aturava partidas sonolentas do Corinthians contra qualquer time. Era o fim da picada.

Espero verdadeiramente que as TV´s levem mais a sério a questão da audiência e passe jogos que realmente sejam rentáveis para ela, ao invés de ficar investindo no cavalo paraguaio corinthiano. Conheço mais de uma pessoa que desligaria a TV se fosse obrigado a assistir Corinthians X Linense, que por causa do estado do gramado, parecia mais um jogo do “Desafio ao Galo”.

Felizmente a Band se tocou e passou o jogo do Flamengo. Já a Globo, desencanou de vez e passou um filme. Perder para o Flamengo é normal, mas perder para um filme, ah sim, é o fim. Só mesmo sendo um bando de loucos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s