Serviço público: 6 horas são suficientes

Alguns órgãos do governo, senão todos, deveriam adotar a jornada de 6 horas de trabalho, sem redução de salário.

É claro que aqueles que não se dão à própria mente alguns segundos apenas, vão dizer que funcionário público é vagabundo, que não gosta de trabalhar, que tem muitas vantagens e tudo mais. Obviamente essa mesma pessoa não espera que eu acredite que ela seja diferente desse perfil.

Talvez o contribuinte não saiba, mas se o governo abrir mão de duas horas diárias, mesmo que não reduza os salários de seus servidores, fará uma economia extraordinária.

Imagem de Edgar Lisboa

Seis horas diárias são mais do que suficiente para quem há 20 anos faz a mesma coisa. Sobra tempo inclusive para que essa pessoa, apesar de muito tempo, ainda achar que está perto de melhorar a forma de trabalhar, coisa que ela tenta há pelo menos 20 anos.

Os benefícios que todos os contribuintes terão com essa redução é quase imensurável: redução do trânsito no horário de pico; diminuição da perda de tempo a procura de uma vaga para estacionar; redução da lotação dos ônibus, trêns e metrô; redução das filas para almoçar, pois muitos vão preferir ir para casa; redução do consumo de água, energia elétrica e telefone; descongestionamento das redes de internet, com a redução considerável do envio de spams; economia de insumos como papel, papel higiênico, sabonete líquido, café, açucar, bolachas. Mas o principal ganho da população seria a diminuição do tempo em que lhe é prestada um péssimo serviço. Ao inves de ser mal atendido por 8 horas, seria mal atendido “apenas” 6 horas diárias.

É engraçado como as pessoas que atualmente chegam ao cargos mais altos da administração pública tenha mais de uma faculdade, várias especializações, mestrados, doutorados, não consigam visualizar esse filão que é a redução das horas trabalhadas. Ao inves disso eles se preocupam com placas de estacionamentos, com nomenclatura de cargos e com trâmites processuais sem fim que impedem, por exemplo, o serviço público de receber por doação uma muda de planta. O processo demorou tanto, que quando se deram conta que poderiam receber a muda, a planta já tinha pelo menos 1,20m de altura.

Inteligência se mede pela grossura do memorial? Acho que não. Mobilizem-se em suas unidades administrativas e lutem pela jornada de 6 horas de permanência em seu local de trabalho. Mesmo porque, seu eu falar que são 6 horas de trabalho, tem gente que vai começar a tremer e passar mal.
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s