Arquivo do mês: junho 2011

Enfim chegou o dia 31 de setembro

O leitor fiel e assíduo do Cotidiano Nacional deverá se lembrar (ou não) de um post que eu contava sobre uma obra na pequena cidade de Bananal. O post foi bastante comentado inclusive, com discussões acaloradas da situação e oposição ao atual (des)governo da cidade.

Para aqueles que não se lembram ou querem acompanhar o assunto, cliquem aqui.

Mas eu vou ser bem rápido com essa história porque a administração do David Morais(PMDB) não está merecendo muitas linhas.

Cortesia

A inauguração foi cercada de bastante pompa, mais ou menos como eram as antigas cortes bizantinas em decadência, que mantinham a pose apesar da derrocada do império. Cidadãos da cidade receberam convites e até mesmo a promessa da presença do governador foi cogitada.

Segundo fontes do Cotidiano Nacional, a pessoa mais homenageada e comentada no evento foi o secretário de saúde de Barra Mansa, uma cidade vizinha no estado do Rio de Janeiro. Ele foi prefeito de Bananal.

A cidade continua com sérios problemas na saúde e mais recentemente na coleta de lixo, por falta de manutenção nos veículos que fazem o serviço.

O prefeito falou em entregar mais obras para a população, mas nenhuma obra está sendo executada na cidade e a recuperação da estrada que liga Bananal a Barra Mansa é de inteira e exclusiva responsabilidade do estado.

Mas será que alguém em Bananal acreditou que o governador iria participar da inauguração de uma praça, que tinha data marcada para 31 de setembro (sic) e foi inaugurada com quase um ano de atraso. Se tem alguém assim, só me isenta de responsabilidade de aos 18 anos ter virado as costas para cidade e deixado seus limites.

Bananal é o retrato fiel do descaso com o dinheiro público, governado anos a fio por pessoas descompromissadas, que nem sequer sabem o que é de fato ser um homem público, um retrato infelizmente repetido na grande maioria dos mais de 5.000 municípios do país.

Mas somos o Brasil, o grande país… da hipocrisia.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional