O absurdo da religião

De tempos em tempos vamos assistindo aos maiores absurdos protagonizados por essas igrejas evangélicas, que já superam e muito os números de botecos por quilometro quadrado. E não vem me falar que esta é melhor que aquela ou que nesta a doutrina é voltada para isso ou aquilo. Tudo a mesma porcaria.

Tanto é verdade que nem vou citar o nome da igreja ridícula que parou a via Dutra no domingo, fez com que pessoas perdessem seus voos no aeroporto de Guarulhos, sem falar no tipo de gente que frequenta esses lugares. Complicado.

Não, eu não respeito nenhuma religião. Sabe porque? Porque eu, como cientista, tenho que provar por A + B que o que eu estou falando tem fundamento, é visível, e qualquer pessoa interessada poderá repetir meu feito. Só assim é que minha tese será considerada válida. Enquanto isso, pessoas babam, caem no chão, falam em línguas (sic), falam coisa nem nenhum sentido (se tiver paciência, preste atenção) e não conseguem provar nada. Não chegam nem perto. E usa a desculpa que isso se chama Fé.

Faz tempo que eu estou de saco cheio de igrejas. Nenhuma presta, mas as evangélicas são as piores. Conheço profundamente uma dessas. Enquanto os “fiéis” batalhavam duro para pagar a oferta (o famoso dízimo), os líderes usufruíam de casas luxuosas e seus filhos estudavam nas melhores escolas. Quando o celular ainda era um luxo, todos eles tinham. E de conta, nada pré-pago. Um belo dia, descobriu um rombo nas contas. Para a maioria dos “fiéis”, a ficha havia caído  e somente alguns mais bitolados é que continuam acreditando que estão comprando um terreno no céu.

Espero verdadeiramente que o Ministério Público possa atuar de forma dura e que a prefeitura de Guarulhos crie vergonha na cara e cancele o alvará de funcionamento do ‘Templo”.

Mas sabe o que é pior disso tudo? Os bitolados vão achar que estão sendo perseguidos e então vão se comparar aos religiosos de outrora, e vão se tornar mais bitolados ainda achando que estão no caminho certo. É de chorar de rir.

Esses religiosos que pregam a volta de Cristo seriam os primeiros a crucificá-lo, se por acaso ele voltar, assim como foi (se é que foi) há 2.000 anos.

E para aqueles que pensam que eu não acredito em Deus, tenho minha própria tese sobre sua existência, aprovada pelo meu professor de Evolução. E vocês religiosos vão ter que aceitar. Eu não posso provar, mas eu vou invocar a Fé.

P.s.: Não vou nem comentar da relação promíscua do governo com os chamados “Marginais da Fé”.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s