As chuvas de janeiro

Reclamar das chuvas de janeiro virou ladainha e parece que ninguém mais da importância. Principalmente o governo que age de forma passiva diante da desgraça na vida dos contribuintes e eleitores.

Foto: Antônio Cruz / Folha da Manhã / Futura Pres

Os governos corruptos de Minas Gerais e, principalmente, o do Rio de Janeiro, nada fazem para amenizar o sofrimento. Todo mundo sabe que em janeiro o mundo desaba, mas nada se faz. É bem mais fácil achar que não há solução para as forças da natureza. De fato não há, mas há muito o que se pode fazer, mas nada é feito.

O que os (e)leitores precisam entender, é que quando um babaca como o Sérgio Cabral vai na televisão chorar por causa da divisão do petróleo, ele não está preocupado com o bem estar do carioca, mas sim com o seu próprio bem estar, porque quanto mais dinheiro no estado, melhor para ele. Se não tiver o dinheiro do petróleo, ele não faria nada. Se tiver o dinheiro do petróleo, ele não faria nada. Com todo respeito ao carioca, eu torço para que vocês fiquem a minguá.

A chance de fazer alguma coisa é agora, no final do ano, na eleição para prefeito. Vamos extirpar da cidade o senhor Eduardo Paes, ja que o mal maior vocês vocês “comeram bola”, dando outro mandato ao Sérgio Cabral.

Agora, quem souber rezar, pode começar. Janeiro ainda nem começou e acho que muita água ainda vai passar por debaixo da ponte, ou por cima.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s