O céu brilha enquanto você assiste novela

sky05040626PMEngana-se o nobre leitor se pensa que o Hubble foi a única coisa a brilhar no céu noite passada.

Para os amantes da astronomia (não quero ninguém confundindo com astrologia) o céu ontem estava bastante rico, mesmo com as luzes e a poluição da grande São Paulo.

Enquanto o Hubble atravessava o céu, Júpiter despontava a noroeste e Saturno brilhava a oeste. Ambos eram visíveis a olho nu. Para os desavisados, eram apenas estrelas no céu.

Mas os planetas não eram as únicas “estrelas” desta noite. Algumas das estrelas mais brilhantes estavam para quem quisesse ver e apreciar uma noite limpa, sem luar, perfeita para a visualização de estrelas e planetas.

O cinturão de Órion, popularmente chamado de Três Marias podia ser visto bem próximo a Júpiter. A constelação de Gêmeos também estava próxima, com suas estrelas mais brilhantes que facilitam sua localização: Castor e Pólux.

A constelação de Cão Maior, que possui a estrela mais brilhante do nosso céu, depois do Sol, Sirius, que também é uma das estrelas mais próximas da Terra, também “enricava” a nossa noite.

Mais próximo do Cruzeiro do Sul, temos a constelação de Carina, que possui a segunda estrela mais brilhante do céu, Canopus. Além desta, essa constelação conta ainda com Eta Carinae, uma das estrelas mais fascinantes do Universo.

E o que dizer então da constelação de Centauro. Duas estrelas brilhantes próximas ao Cruzeiro do Sul ajudam na sua localização: são Alpha (terceira mais brilhante) e Beta Centauri. Se não bastasse essas duas, temos ainda Próxima Centauri, que é a estrela mais próxima do Sistema Solar e nesta constelação existe ainda a Nebulosa do Bumerangue, que é (ou era) o local mais frio conhecido pela ciência, com temperaturas próximas de -272°C.

E pra terminar, acompanhando Saturno temos a constelação de Virgo (Virgem), capitaneada pela estrela Spica, também listada entre as mais brilhantes do céu.

Resumindo: 2 planetas, as 3 estrelas mais brilhantes depois do Sol, o Cruzeiro do Sul, as 3 Marias, uma estrela prestes a explodir, um objeto de 11 toneladas cruzando o céu a mais de 27.000km/h. Se depois disso tudo você ainda preferir uma flor do caribe ou quiser salvar o Jorge, achando que ele é sangue bom, lamento muito pela sua falta de perspectiva.

Nota do Editor: Saiba mais sobre Eta Carinae: http://www.zenite.nu/15/0915.php

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s