Arquivo da categoria: Série Apanhado Geral da Situação

Pitacos sobre tudo e sobre nada

Quando me propus a fazer esse blog tinha bem certo as coisas que gostaria de comentar ou os assuntos que iria abordar, isso sem falar das colunas que planejo, algumas desde o começo e que até hoje nunca saíram do papel. Preciso esclarecer, no entanto, que algumas mudanças na minha vida fizeram com que eu tivesse mais ou menos tempo. Bastou uma breve organização para que eu encontrasse mais tempo para me dedicar (isso não é uma promessa).

Dito isto, eis que eu encontro o país em um panorama desolador, dado os inúmeros acontecimentos, alguns dos quais passo a comentar:

– Confesso que fiquei comovido de ver os condenados do mensalão se entregando. Isso mostra que eles acreditam na justiça desse país. Interessante foi o nenhum comentário feito pela Presidente Dilma em seu twitter (agora ela não sai mais do microblog) sobre o episódio. Penso que está de bom tamanho o que vem acontecendo. Não dá pra esperar muita coisa em um país como o nosso;

– Está chegando a Copa do Mundo de Futebol e as coisas vem acontecendo. Estádios novos, investimentos em infraestrutura, venda antecipada de ingressos, alta no preço das passagens (alguns vão reclamar, mas essa é a mais básica regra de mercado). Creio que o legado da Copa será bom. Só acho que temos condições de ter melhores condições em todas as áreas, mesmo que não tivéssemos esse evento, e o outro (Olimpíadas);

– Os episódios de espionagem por parte dos EUA acabou ficando chato de tanto que se falou. Espionagem é pra ser feita em segredo e não ser anunciada. Nada de útil a comentar nestes episódios;

– Reta final do campeonato brasileiro e o que chama a atenção são os protestos por melhores condições de trabalho. Não tenho capacidade de dizer que jogar quarta e domingo é bom ou ruim, é possível ou não. Deixo para os interessados resolverem isso, sentando ou não no gramado. Dentro das 4 linhas, pouco tenho a comentar, já que os campeões da Serie A e da Série B são times sem expressão nacional (papo de torcedor);

– Das promessas que eu fiz aqui só consegui falar malemá das eleições na USP, que ganharam em dramaticidade, mas que não me levaram a empolgação total. Único destaque é que eu consegui falar com um dos candidatos, que eu considero forte, de que precisarei de mais recursos no ano que vem. Ele sorriu pra mim e disse: “Pode contar comigo”. Se ele ganhar, certamente irei bater na porta da Reitoria dizendo: “vim buscar o meu dinheiro”. (Pra quem não sabe, desde setembro, administro o orçamento de uma das unidades da USP);

– A derrocada de Eike Batista é manchete nas maiorias dos jornais, mas confesso que parece que eu já sabia pois tive uma péssima impressão deste senhor quando li o livro dele, o X da questão. É um livro com características marcantes de egocentrismo, e uma narração muito pobre para quem ostentava tantos recursos. Mas, no fundo, acabei sendo ludibriado porque quando especulava na bolsa de valores ganhei e perdi dinheiro com as empresas X.

– Outro assunto que gostaria de comentar foi a concorrência para a “entrega” de dois importantes aeroportos: Galeão no RJ e Confins, em MG. Os valores alcançados em especial pelo Galeão foram surpreendentes que fizeram até a Presidente Dilma comemorar e maldizer sobre os “cavaleiros do apocalipses”, mas como eu não nasci ontem e se a iniciativa privada, que raramente perde, aceitou desembolsar tamanhos valores é porque a coisa vale muito a pena. O tempo dirá.

Desculpe o nobre leitor se não comento mais nada, mas é com uma nova ideia que eu estou (não vou divulgar, porque se não for pra frente, não posso ser acusado de propaganda enganosa) talvez tenhamos mais de nossas observações muito em breve.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Série Apanhado Geral da Situação

O que vocês fizeram enquanto eu estava fora?

Quando você deixa de escrever em um blog, você não necessariamente para de se informar, você apenas perde o interesse em discutir as questões que estão dominando o cotidiano nacional.

Mas eu estive dando uma olhada nas notícias que abalaram o mundo recentemente e gostaria de dar os meus pitacos, ao estilo “Curtas e Grossas”.

– A Coreia do Norte ficou rugindo durante uma semana e não fez nada. Não que eu quisesse uma amostra nuclear do norte coreanos, mas tem horas que dá vontade de saber se eles podem mesmo alguma coisa ou é só papo furado. Penso que o King Kong Jong queria comprar mais alguns produtos da marca da maça americana.

– Daniela Mercury com certeza estava precisando vender mais discos. Todo mundo tem que ganhar a vida de alguma maneira e também se promover, se esta é a sua atividade. Se depender de mim, morre de fome.

– Eu também começo a pensar que São Paulo precisa dar um tempo com o PSDB, o único problema é o PT arrumar algum nome descente. Mas ai também já é querer demais.

– E foi dada a largada para a eleição presidencial de 2014. Dilma diz que não está pensando nisso, mas não para de fazer campanha e atacar o seu mais provável opositor, o governador Eduardo Campos (PSB) que diga-se de passagem foi um dos dois governadores mais bem votados nas últimas eleições. Salvo engano, seus votos passaram de 80%. A gente só espera mesmo, para ser sincero, que o José Serra tenha decidido desistir que querer ser presidente. Vá presidir o Palmeiras.

– E a política está mesmo difícil de discutir. A questão da comissão de Direitos Humanos é a que está mais em evidência nos “tablóides” brasileiros. Sempre achei que alguns religiosos são um lixo. Continuo achando e alguns que se dizem evangélicos são os piores. Gente podre.

– Ainda falando de religião, a eleição de um papa argentino também foi motivo de debates e piadas por causa da rivalidade do Brasil com a Argentina. Que os hermanos me perdoem, mas querer comparar Brasil com Argentina é o mesmo que por em uma pista de corrida, uma Ferrari contra um Fusca (com todo respeito ao fusca). Não dá para comparar pesos diferentes. Mas voltando a falar do papa, gostei do nome e do motivo por qual ele o escolheu. Gostei de algumas primeiras atitudes, como pagar conta do hotel, pedir pros argentinos doarem o dinheiro ao invés de viajar pra Roma (essa foi a melhor), mas espero sinceramente que o primeiro papa jesuíta possa fazer algo de concreto por tantos que sofrem e passam fome ao redor do mundo, enquanto em 0,44 km2, impera a riqueza que não faz o menor sentido para os dogmas verdadeiros de uma igreja.

– Pensei em dizer algo sobre o mensalão, mas tem pouco o que se dizer. Não acredito que as penas impostas sejam aplicadas e o manda-chuvas do esquema continuam fazendo papel de mocinhos e salvadores da pátria e até acham que podem voltar ao poder, de um jeito ou de outro. Como é o povo que vota, e a grande maioria é analfabeta intelectualmente, temos o governo que merecemos.

– Os atentados em Boston mostram que o EUA viajam na maionese, na maioria das vezes. Lembro que nos atentados de 11 de setembro, eles acharam que estavam sendo invadidos e caças ficaram patrulhando a costa enquanto os aviões se chocavam a prédios em Nova Iorque. Quando se deram conta, conseguiram ao menos abater um dos aviões que provavelmente iria pousar nos jardins da Casa Branca. Agora, com as bombas de Boston, eles proibiram a venda de panelas de pressão. Jenialidade a toda prova. (Escrevi com jota mesmo, viu Rodrigo Thedim, mas é para chamar a atenção, ou como forma de sarcasmo)

Com certeza teria muito mais assuntos a abordar, mas para não desanimar, penso que por hoje está de bom tamanho. E pelo que eu ganho escrevendo isso, já falei demais.

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

Os últimos rojões de 2011

Em um ano de esmorecimento na luta contra a mesmice, abraçada desde a criação do Cotidiano Nacional, vamos terminá-lo como o próprio 2011 está terminando: chuvoso!

O ano de 2011 foi marcado por mudanças em todas as áreas possíveis e imagináveis, sejam do coletivo, seja do individual, e até do Cotidiano Nacional.

O Brasil viveu momentos novos, com a primeira presidente mulher, com destaque na economia, enfrentando de frente a crise global, causada pelo fracasso do Euro e da falta de agilidade da economia americana. Em contra partida, inúmeros ainda são os problemas sociais, e imensurável a corrupção, dentro e fora do governo. Se pesar na balança, demos 1 passo a frente e uns três atrás. De forma também se avança, mas bem devagar.

E para fechar o ano falando de tudo e falando de nada, vamos resgatar o modelo da nossa série de muito sucesso no passado, a “Apanhado Geral da Situação“.

– Talvez o que tenha mais marcado o ao de 2011 foram as inúmeras manifestações, sobre os mais diversos assuntos, que começaram ou ganharam força na internet, através do microblog Twitter ou da rede social Facebook.

– E toda essa movimentação vai fazer com que eu seja mais seletivo com meus “amigos” no Facebook. Eu não quero passar o ano recebendo pedidos de adoção de cachorro, ou casos de maus tratos contra animais, nem manifestações contra Belo Monte, muito menos discutir sobre homossexualismo. E quando começar o BBB então, tenho certeza que a foice vai fazer valer no Facebook. Porque isso? Porque a timeline e minha e o facebook é meu. Eu ainda quero ter o direito de ler e ver o que eu quiser. Há muitos anos eu desliguei a TV e não vai ser difícil desligar o Facebook.

– Na política, o grande destaque foram as quedas dos ministros da Dilma. Uma coisa precisa se dizer: a presidente não permitiu que ninguém se escondesse embaixo da sua asa, e simplesmente ceifou os corruptos do governo. Nesta área, se mostrou incorruptível, mas se vendeu para bancadas que pensam ser influentes. São influentes só mesmo dentro de suas respectivas áreas de atuação, cheia de gente ignorante.

– Também é necessário destacar as doenças da Dilma, e mais recentemente de Chavez, Morales, Lula e Cristina. Segundo Chavez, os EUA são os responsáveis por essas doenças, por algo que devem ter colocado em suas águas.

– Em outros tempos eu diria que Chavez bebeu, fumou, cheirou e comeu com farinha. Mas levando-se em conta o histórico de conspirações americanas, vai saber.

– Estou um livro, de ficção é verdade, que conta como o homem realmente chegou à Lua, em um deserto americano e que JFK teria forjado seu assassinato, usando um sósia, para viver em uma ilha paradisíaca com o grande amor da sua vida: Marilyn Monroe.

– Não pensem que eu engoli a história do acidente na base de Alcântara, no Maranhão. Parece que tem dedo estadunidense nessa história e eu sou um entusiasta das teorias da conspiração.

– Destaques nos esportes e nas tragédias mundiais são irrelevantes aqui. As coisas vão continuar como sempre foram. Algumas mudanças dependem mais de atitudes isoladas do que do conjunto. Deveria ser o contrário, mas infelizmente não é.

– Não poderia terminar esse ano sem falar da ilusão que é o combate ao crime no Rio de Janeiro. Prendem um cara, invadem uma favela e no outro dia tá todo mundo falando que agora tem paz. Que pena que dá dessas pessoas.

– O retrato da mediocridade carioca é o carnaval que já começou antes mesmo de 2011 bater as botas anunciando o carnaval. É um círculo vicioso, ano após ano, e que desamina qualquer um.

– E a quem interessar possa, já é ano novo em Samoa, Kiribati (que deverá desaparecer com os efeitos do aquecimento global, que na verdade não existem) e na Austrália.

– É engraçado parar para escrever sobre o ano e perceber que retrospectiva não serve para nada. Falamos que devemos aprender com os erros do passado. Não vejo ninguém aprendendo nada, e a vezes acho que cada um precisa quebrar a sua própria cara.

Porque algo que aconteceu uma, duas vezes, não significa que irá acontecer uma terceira. E o que serve para um povo, um cultura, uma mente, não serve para todos os povos, todas as culturas e todas as mentes.

Não devemos parar os homens, que movidos por duas coisas: experimentar e descobrir.

Que venha 2012.

Veja fotos do ano novo ao redor do mundo (G1)

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Série Apanhado Geral da Situação

A volta ao mundo em alguns pitacos

Enquanto escrevo este post os mineiros chilenos presos na mina de cobre no Deserto de Atacama estão prestes a serem resgatados. São 32 chilenos e 1 boliviano, há mais de 2 meses presos a 700m de profundidade.

Aproveitando esse fato, vamos aproveitar para dar uns pitacos sobre as principais notícias do momento:

– E o PT tomou um tombo ao não eleger Dilma no primeiro turno. Até a Marta Ex-Suplicy (o que não significa muita coisa) disse que o PT estava arrogante. Minha sensação, ao fim da apuração, é que Serra poderia surpreender no 2° turno. A diferença é grande, porque a Dilma venceu na maioria dos Estados, mas o tucano tem bons cabos eleitorais. Vamos ver o que ele consegue até o dia 31.

– Mais de 18,12% do eleitorado brasileiro resolveu não tomar partido, um número maior que a votação da terceira colocada, Marina Silva. Somando-se aos 8,64% que votaram em branco ou anularam o voto, 34 milhões de brasileiro acharam melhor (ou viajaram) não votar. É um número bastante grande.

– O Cotidiano Nacional estará online no domingo, dia 31, a partir das 16h30 acompanhando a apuração nos Estados e a partir das 18 h os primeiros números das eleições presidenciais.

– O dia 12 de outubro no Brasil é marcado por ser o dia da padroeira do Brasil e o dia da criança. Com o salvamento dos mineiros no Chile, a data também ficará marcada por esse feito. Além disso, hoje comemora-se o 79° aniversário do Cristo Redentor. Outros fatos: fundação do Banco do Brasil (1808), três protótipos do fusca ficam prontos para testes (1936), Independência da Guiné Equatorial (1968), entre outros.

– A Hungria deu sua contribuição para piorar o meio ambiente. O vazamento de lama tóxica de uma fábrica de alumínio já matou 8 pessoas e já antingiu as águas do rio Danúbio, que corta vários países da Europa. Os prejuízos são incalculáveis. O governo húngaro anunciou que vai nacionalizar a empresa responsável pelo vazamento. Esse é segundo grande desastre em um pequeno intervalo de tempo. O primeiro foi a explosão de uma plataforma de petróleo no Golfo do México.

– Começa um novo tempo para a medicina. Um paciente que teve uma lesão medular recente será tratado com células-tronco embrionárias. O principal objetivo desse primeiro teste é saber se haverá tolerância. O receio é que essas células-tronco gerem tumores. A expectativa é que elas ajudem a regenerar a medula lesionada.

– E até o momento nada do resgate dos chilenos. No momento em que escrevo esse post, o relógio marca 20h17, e a última informação é que o resgate começará as 22hs. Boa sorte para todos.

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

Aí sim fomos surpreendidos novamente

Depois de um longo e nem tanto tenebroso inverno, ingressamos na primavera. E com ela, chegou também mais um artigo da série “Apanhado Geral da Situação“.

Para quem ainda não conhece nossa série, recomendo a leitura, explicando que é um apanhado de informação do momento, procurando informar o leitor, de forma simplificada, sobre os principais acontecimentos do Brasil e do mundo.

Então vamos nos surpreender?

– Neste exato momento em que escrevo está sendo discutida no Supremo Tribunal Federal a Lei Ficha Limpa. Essa lei poderia nos livrar de vários “malandros”, “canalhas”, “mentirosos”, “caluniadores”, “safados”, entre outros. Mas ao que parece, essa lei será para inglês ver, apesar dos atuais 5×2. Mas vamos aguardar o resultado final. Só não sei se termina hoje.

– Dando uma volta pelo mundo, vamos desembarcar na ONU. Hoje, nos EUA, o presidente do Irã “Barbudo” Ahmandinejad insinuou que os próprios americanos estariam por trás dos ataques de 11/09. Foi po suficiente para que a delegação yankee deixasse o plenário, junto com mais 30 países. Não sem antes o pronunciamento daquele imbecil do Celso Amorim dando apoio aos iranianos, como se estes ouvissem aquele, que nos representa.

– Ainda nos EUA, o estado da Virginia executou hoje a primeira mulher em quase 100 anos. Teresa Lewis, de 41 anos, recebeu uma injeção letal e foi declarada morta às 22h13 (Horário de Brasília), apenas 20 minutos do momento em que escrevo este artigo. Por mais que a gente pense que existem pessoas que deveriam mesmo receber a pena de morte, não é fácil aceitar ou imaginar a situação. Assunto polêmico, sem dúvida.

– Voltando para o Brasil, a crise da Casa Civil parece sem fim. Quando mais se investiga mais coisas erradas são encontradas. Na certa, nem o Presidente Lula e nem a candidata Dilma Roussef sabiam de nada. Óbvio. E para completar, o presidente falou que Ereniuce Guerra perdeu a chance de ser uma grande funcionária.

– São graves e preocupantes as críticas que o presidente faz contra a liberdade de imprensa. Corremos um sério risco com a eleição de Dilma. E não se engane o leitor achando que eu sou Serrista, porque com o Serra as coisas poderiam ser pior, em relação à liberdade.

– E por falar em Serra, nunca vi uma campanha tão desorientada quanto essa do PSDB. Parece que os rumores de que Serra acabou com o PSDb são mais do que verdadeiros. Ouvi inclusive que Aécio Neves irá fundar um novo partido, levando algumas lideranças do próprio PSDB, do DEM e certamente de outros partidos menos expressivos.

– Hoje ouvi ele falar em MT ou MS sobre a questão de estar preparado para emergência. Ele fez isso tão bem em São Paulo que a cidade histórica de São Luiz do Paraitinga simplesmente foi destruída depois de fortes chuvas.

– Não queria falar de futebol, mas essa semana tivemos o acontecido entre Neymar e o técnico Dorival. Lógico que o técnico dançou, mas ainda bem que o Santos (time sem nenhuma expressão) não manda nada na CBF e o Mano vetou, com propriedade, o deliquente garoto santista.

– Neste momento acontece mais um debate com os presidenciaveis. Eu confesso que já estou de saco cheio dessa eleição, exceção feita às tiradas do Plínio de Arruda Sampaio, do PSOL. Agora é só esperar os 4 anos passarem, da forma que vierem.

– O Cotidiano Nacional pretende, no ano que vem, ser bastante atuante no cenário político. O leitor não perde por esperar.

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

Curtas e Grossas Reloaded

Quando a vontade de escrever é superada por qualquer motivo, um blog corre sério risco de ficar sem atualização. Muitas das vezes alguns editores resolvem fazer um apanhado geral das notícias, porque não é fácil cobrir todos os assuntos do cotidiano mas também é simplesmente inexplicável ficar sem atualizar, já que foi criado para uma cobertura sobre o Cotidiano Nacional.

Sendo assim, está de volta a série “Apanhado Geral da Situação“, com esses curtas e grossas, confira:

– Sylvester Stallone é o assunto do dia. Ele teria feito uma piada infeliz sobre o Brasil o que causou “comoção nacional”, em especial no Twitter. Mas agora ele já pediu desculpa e assim que seu filme for lançado no Brasil, várias pessoas irão ficar na fila para assistir a pré-estreia em um shopping qualquer.

– Assunto muito mais interessante e que foi confirmado agora há pouco é o não do técnico Muricy Ramalho à seleção brasileiro. O “poderoso” Fluminense, time que tem estádio com nome de machão – Laranjeiras – não liberou Muricy da multa e portanto está condenado a dirigir o time do pó de arroz.

– Como o assunto é Fluminense, vale lembrar que  eles NUNCA foram campeões da Segunda Divisão, então fica um pouco difícil entender porque o Fluminense faz parte da elite do futebol brasileiro.

– O super-badalado Mano Menezes, que era cotado para ser o técnico, pelo menos assim fazia em suas reportagens a Rede Globo, acabou passando de pop-star a segunda opção. Desculpem os mais entusiastas, mas está na cara que isso não vai dar certo. E qual a pergunta que fica? Quem será o técnico em 2014?

– Chega de futebol. Aqueles que nunca se deram, agora resolveram se estranhar. Mais uma vez a “democrática” Venezuela rompe as relações com a Colômbia. Sinceramente eu não sei quem é pior. Se o déspota do Hugo Chavez fazendo papel de ofendido ou os “paga-pau” dos americanos (nós não ficamos muito atrás, de que fique bem claro). Só falta o presidente Lula tomar partido do Chavez.

– Só sei que a América Latina tá virando um local muito mal frequentado. Hugo Chavez na Venezuela, Rafael Correra no Equador, Evo “cocalero” Morales na Bolívia, Dilma Roussef (sic) no Brasil. Onde vamos parar? Censura?

– Por falar em Dilma Roussef, o Vox Populi acaba de divulgar pesquisa onde a petista tem 8% de vantagem sobre o tucano José Serra. Hoje mais do que nunca vemos que essas pesquisas são encomendadas, compradas e etc. Só tem um dado que me faz acreditar nessa pesquisa. Como 53% dos eleitores não tem o 1º grau completo, é bem fácil entender uma pessoa como a Dilma Roussef possa estar na liderança.

– Mudando de novo de assunto. Sabe o que mais me impressionou até agora no caso Bruno? Primeiro foi ele dar uma entrevistada dizendo que espera que a Eliza apareça logo. Depois foi na sala da delegacia dizendo que a Copa de 2014 pra ele tinha acabado. Se esse cara matou/mandou matar a menina, ele é doente. Agora, se ela “aparecer” por ai, como ele deseja, o que pensar de tudo que já aconteceu? Acho que a polícia mata essa menina de uma vez por todas.

– O mundo parece ter dois problemas sérios: Coreia do Norte e Irã. Ambos parecem muito ansiosos para ter a bomba atômica. Se a Coreia conseguir, eu não sei o que eles seriam capazes de fazer, mas se o Irã conseguir, é melhor você, nobre leitor, não estar pelas redondezas do Oriente Médio.

– Mas porque os Estados Unidos podem ter a bomba atômica. Só eles? Alias, essa questão de energia nuclear é interessante. Nesta semana passei pela usina nuclear de Angra dos Reis e por um momento revive todo o drama que havia naquela região no passado, pós Chernobyl. Parece que a energia nuclear não é a grande vilã da história, a não ser quando eles conseguem colocá-la dentro de uma bomba.

– Bombeiros das Alagoas foram presos por desviar donativos mandados do Brasil todo. Isso tudo é uma grande vergonha e a corporação deveria também se envergonhar de ter pessoas desse naipe. Por mim, pode chover no país inteiro, infelizmente não vou mandar nem um copo d´água. E sim, os prejudicados vão pagar pelos cafajestes.

– O Brasil continua sendo um dos países mais desiguais do mundo, segundo a ONU. Alguém tem alguma novidade aí para contar?

– E para terminar, uma frase que está sendo atribuída ao Marcelo Tas, do CQC, programa da Rede Bandeirantes: “O Brasil não faturou a Copa de 2010, mas certamente irá superfaturar a de 2014”. Triste, mas nada mais que a verdade.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Série Apanhado Geral da Situação

Dois coelhos com um cajadada só

Os leitores que nos acompanham desde o início sabem que quando ficamos muito tempo sem publicar, utilizamos a série “Apanhando Geral da Situação“, um post-tópico, que dá uma passada geral nos últimos acontecimentos:

– Que me desculpem aqueles que gostam de Fórmula 1, mas não vejo nada muito diferente das corridas do ano passado: Ferrari erra a todo o momento, em todas as corridas e sempre, preferencialmente, com o Massa. Esse ano, pra piorar, ainda não viu “a cor da bola”

– Rubens Barrichello não deixa de virar piada nem quando gasta R$ 500 mil para ir ao espaço. Um twitter´s (usuário do Twitter) disse que “Se o Rubinho for pro espaço pilotando a nave, ele vai medir a velocidade em anos-lamparina.”

-Ainda sobre o Rubinho “Pé-de-chinelo”, foi patética a atuação dele, sendo incapaz de ultrapassar o Nelsinho Piquet, e ainda reclamar. Ô paspalho? Estava reclamando do que? Se tinha capacidade assim, porque não foi pra cima? Lamentável, repito, L-A-M-E-N-T-Á-V-E-L. Vergonha de ser brasileiro por causa de tipos com esse.

– Não acompanhei direito as notícias mas achei o máximo a decisão de algumas cidades do interior de São Paulo em decretar o toque de recolher para crianças e adolescentes. A questão é única e me recado vai para esses porcarias que se dizem defensores dos direitos humanos: “se não tem solução melhor, bico fechado!” Parabéns à coragem dos magistrados.

– O novo advogado do casal Nardoni acredita na inocência deles. Sim, sim, acredita mesmo é na grana que vai receber do pai do assassino, não é mesmo, meu caro “adevogado”. É por essas e outras que uma frase dita em um dos filmes da série “De volta para o futuro” nunca saiu da minha memória. Ela dizia basicamente que a justiça passou a ser mais rápida logo quando aboliram a figura do advogado.

– O futebol hoje foi bastante interessante e com jogos extremamente emocionantes: No Rio, Flamengo e Botafogo ficaram no 2 x 2 em um jogo muito bom e Maracanã de casa cheia, mais de 63.000 pessoas presentes ao “eterno maior do mundo”.

– Em Minas a tristeza do galo não tem fim. Faz tempo que o Cruzeiro é superior e hoje aplicou uma sonora goleada: 5 x 0.

– Mas o resultado mais interessante em termos de torcida foi em São Paulo. Para todos aqueles que cansaram de criticar e fazer piadas com o Ronaldo, vulgo “Ronalducho”, ou “Ronaldo Gorducho”. Ele fez 2 golaços (um pela matada, o outro pela encoberta) e despachou o Santos na Vila Belmiro: 3 x 1. Agora o Santos precisa vencer o Corinthians por 3 x 0, e pode perfeitamente acontecer, desde que eles e os demais comecem a respeitar o Ronaldo.

– Não posso deixar de relatar duas tragédias sul-americanas. Na verdade, uma se acontecesse seria um feito, nem tão tragédia assim. Primeiro a greve de fome do Evo “cocalero” Morales. Sem palavras. Depois o resultado da eleição no Equador que reelegeu o caloteiro Rafael Correa. Meus pêsames, equatorianos.

Tem muito mais por ai, mas deixemos para outro post, porque senão daqui a pouco a coisa fica esquisita para vocês, meus caros leitores.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Série Apanhado Geral da Situação

Feliz ano novo

O ano está quase começando. As coisas aos poucos vão voltando ao normal e agora só nos resta mesmo esperar o carnaval passar para finalmente “começar” a todo vapor.

Pelo menos no Brasil o ano demora um pouco mais para começar e termina muito antes do prazo oficial. Que remédio! A desculpa, como sempre, está na nossa “cultura”.

Enquanto o ano não começa vamos mandar nossas primeiras sapatadas, as sapatadas  do Cotidiano Nacional:

– Além do Brasil, a China também começa o ano de forma diferente. O ano novo chinês começou por esses dias. É o ano do boi. Para nós, esse ano representa um ano de muito churrasco e festa, só não sei o que vamos comemorar.

– A crise econômica parece não estar afetando o Brasil. Pelo menos é o que insiste em dizer nosso ministro da fazenda. Se não fosse pela perda dos empregos, eu também teria um pouco de dúvidas sobre a eficácia da crise. Os primeiros números do setor automobilístico, um dos mais afetados pela crise, segundo os entendidos, já bateu recorde de venda nesse mês. E o mês nem acabou.

– Começa a corrida presidencial ao Palácio do Planalto. Os nomes para o substituto de Lula começam a aparecer com mais frequência nos jornais. O PSDB parece que prefere o governador paulista José Serra, em detrimento do mineiro Aécio Neves. No lado petista, a “sargentona” Dilma Roussef é a preferida. Analistas políticos acreditam que a escolha de Serra pelo PSDB pode fazer com que pela primeira vez o país seja governado por uma mulher.

– Falando em presidente, tomou posse no último dia 20 o primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos, Barack Obama. Nunca antes na história daquele país se viu tanta festa para um presidente. Sua primeira grande decisão foi fechar a prisão militar de Guantánamo, em Cuba. Parabéns ao novo presidente pela decisão, mas onde vão colocar todos aqueles presos, que são considerados de alta periculosidade? Será a boa e velha demagogia?

– Ainda na esfera presidencial, ocorreu hoje na Bolívia um referendo que mudará a constituição, caso o SIM saia vencedor, permitindo a perpetuação de Evo Morales na presidência daquele país. Não é perpetuação, é reeleição. Cá entre nós, dá na mesma quando se fala em nações subdesenvolvidas da América Latina. Assim como na Venezuela e futuramente no Equador, o povo está votando a favor de uma ditadura.

– Falando um pouco de esporte, já temos o time escolhido para concorrer ao título de “A piada do ano”. O Corinthians, depois de ter sido rebaixado para a segundona do campeonato brasileiro e comemorar o título conquistado em cima de nenhuma equipe de expressão, contratou Ronaldo Fenômeno para compor seu elenco de notáveis. Além do Ronaldo tem o… e tem também o…. enfim, pelo menos tem o Ronaldo. Depois de empatar com o “fortíssimo” Barueri em casa, o Corinthians “goleou” o Bragantino por 1 x 0. Mas jogou sem o Ronaldo. Este deve ser para o Corinthians o que o Romário foi para o Flamengo e Vasco: dívidas eternas e impagáveis.

– A cidade de São Paulo fez aniversário neste domingo. Como é tradição, eventos acontecem por toda a cidade, mas nada de muita novidade. Também neste domingo, a Universidade de São Paulo – USP – comemorou 75 anos de criação. Parabéns!

E chega de sapatadas por hoje!

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Série Apanhado Geral da Situação

Relógio que atrasa, não adianta

Difícil mesmo é manter certa regularidade no blog, com tantas atividades sendo desempenhadas ao mesmo tempo. No entanto, isso não é desculpa, principalmente se for levar em conta apenas o nome do blog: Cotidiano Nacional. Está mais parecido com o O Itaoquense, que era um diário semanal…

Como esse post faz parte da Série Apanhado Geral da Situação, vamos ao fatos que foram notícia nos últimos dias:

– Essa semana de novo o Congresso tentará votar na terça-feira a CSS (Contribuição Social para a Saúde) imposto que substituirá a CPMF. A substituição será de forma integral: a CPMF nunca foi para a saúde e a CSS também não irá. A oposição diz ter uma estratégia para barrar o novo imposto. Veremos!

– Falando em imposto, a Receita Federal liberou hoje a consulta ao 1º lote de restituição do Imposto de Renda. Estou tentando desde o momento que vi a notícia, mas o serviço não está funcionando.

– O primeiro casal gay do Exército Brasileiro tomou conta dos dois principais noticiários de TV ontem à noite. Ninguém me convence que o interesse em aparecer na TV é mais “estrelismo” do que o tal problema de discriminação, etc, etc. E a TV e os jornais escritos precisam desse tipo de assunto, se não vão acabar tendo que dispensar funcionários.

– As mulheres, que tanto fizeram por ter um reconhecimento melhor e equiparação ao homens, principalmente na vida profissional (luta que considero justa) tem levado vários revés por conta de algumas “mulherezinhas” sem escrúpulos. Posso citar alguns exemplos: Marta Ex-Suplicy, que para é a grande vergonha das mulheres atualmente. Mas você pode questionar: ela não está bem cotada pra Prefeitura de São Paulo? E eu respondo: Sabemos votar, por acaso? E a Dilma Roussef então. Essa é da pior espécie possível e principal articuladora da corja petista de controla o país. A arrogância passou ali e ficou. Yeda Crusius está indo de mal a pior no governo gaúcho. E tem muitas outras mulheres, em esferas menores mas não menos importante, controlando instituições de renome no país fazendo grandes porcarias. É uma pena que tanta luta tem sido desmerecida por essas “senhoras”.

– Para falar um pouco de esporte, temos a grande barbeiragem do primeiro piloto negro da história, Lewis Hamilton. Ontem ele foi patético, como alias tem sido nos momentos decisivos. Poderia soltar inúmeras piadas a respeito do acontecimento de ontem, mas certamente seria considerado um racista, o que, de fato, não sou. Deixemos assim.

– O futebol brasileiro, Seleção brasileira à parte, tem sido muito disputado e os jogos do campeonato brasileiro tem “enchido os olhos”. Obviamente não posso deixar de destacar a liderança do Flamengo, que desde há muito não começa um campeonato tão bem como o deste ano.

– E o caso Isabella hein?

– Só se fala de um tal sueco que está comprando a Amazônia. Perderam tempo e dinheiro indo até Londres para entrevistar o rapaz, casado com uma socialite brasileira. Ele muito simpático, disse que faz e acontece na pequena cidade de Democracia, que está dentro das terras dele (pasmem!!!). Bom, foram até a cidade e não encontraram nada! Ele disse que sua intenção é preservar a Amazônia. Eu quase acreditei nele. Essa semana a madeireira dele (Isso mesmo, madeireira, aquela que corta madeira, de uma cara que só quer preservar) foi multada em R$ 381 milhões, pelo Ibama. Precisa falar algo mais?

– A moda agora é andar na contramão em rodovias e grandes avenidas. Quer saber o que eu acho, de verdade? Espero que cada um que tome esta decisão encontre um poste ou um caminhão, deste bem pesado, para que só o infeliz ache o que procura!

Vou ficando por aqui, pois hoje não é um bom dia para opinar sobre vários assuntos, vide minha opinião neste último tópico. Paro também para não ficar muito grande o texto. Eu sei que o nobre leitor não tem tanto tempo assim para ficar lendo meus devaneios. Até breve!

P.s.: (23/06) Nome do post alterado pelo fato de ja existir um artigo como o nome dado anteriormente a este.

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

O que não falta, abunda!

É muito complicado ficar muito tempo sem escrever, principalmente agora que a notícia corre o mundo em questão de segundos. Hoje temos muito mais informação do que outrora.

Com esse post da série “Apanhado Geral da Situação” pretendo apenas comentar algumas das inúmeras notícias que em outros tempos, teria feito uma redação para cada uma delas.

– A mistura da soda cáustica e água oxigenada no leite ainda não “desceu”. O assunto já foi praticamente esquecido, exceto pelas piadas com morenas que tomam leite e ficam loiras. Vergonhoso foi a entrevista dada pelo químico que criou a tal fórmula da juventude do leite. Era dali para a cadeia, de onde não deveria ter saído.

– O possível fim da CPMF é hoje um dos assuntos mais comentados e noticiados pela imprensa. Se confirmado, será uma das maiores derrotas que um governo já sofreu. Penso até numa frase para ser dita em janeiro: “nunca na história deste país…”. De fato é preocupante essa situação, principalmente para aqueles que “mamam” desse dinheiro.

– Quando criada, a CPMF tinha por definição ser revertida para a Saúde. Se estiver sendo investido algum centavo, eu tenho até medo do que poderá acontecer sem esse dinheiro. Porque, se tem algum dinheiro indo para os hospitais e pessoas esperam meses para uma simples consulta, para exames idem, hospitais superlotados e uma legião de doentes sem remédios, sem amparo algum, o que acontecerá se essa fonte secar?

– Como eu não acredito que esse dinheiro possa ir para a saúde e o presidente já disse que a CPMF vai por fim ao Bolsa-não-sei-o-que (o grande compra-votos desse governo) talvez seja mesmo a hora de acabar com essa palhaçada. Só sei que nunca neste país se viu tantas novidades.

– Falando um pouquinho de futebol, falta apenas 1 rodada para o fim do campeonato. São Paulo campeão; Flamengo e Santos disputando o título do campeonato masculino de futebol e Corinthians, Goiás e Paraná disputando que time terá seus jogos comentados pelo Neto em 2008. Meu palpite é que o Goiás ganhe do Inter e que o Corinthians perca do Grêmio; mas o time do Goiás é tão ruim, que os corintianos já podem comemorar a “conquista” de não ser rebaixado.

– A tragédia ocorrida na Fonte Nova só confirma o fato de que o Brasil não tem a menor condição de sediar nem mesmo o Campeonato Brasileiro, que dirá uma Copa do Mundo. Só resta lembrar que muito dinheiro será investido na reforma dos estádios, logo muitas pessoas irão lucrar com desvio de verba pública e obras superfaturadas. Entende agora porque a Copa, mesmo sem condições, será no Brasil? Para onde eu mando meu currículo?

– Vem ai a TV Digital. Eu não faço a menor idéia de como vai funcionar ou o que eu preciso fazer. Hoje mesmo estávamos comentando sobre a qualidade da imagem. Mas então pensei: “Pra que eu quero uma imagem boa para ver a atual programação das TV´s abertas?”. Vou ficar com minhas TV’s normais até quando der, mesmo porque, são raríssimas as oportunidades em que eu perco meu tempo à frente de um televisor.

– Uma colega, jornalista, pediu para que eu comentasse sobre o caso da menina que foi presa junto com homens no Pará. Bom, Pará, terra de ninguém, esperar o que mais? Parece que não é só lá. Em outros estados da Terra de Ninguém também surgiram outros casos. Não tem muito que falar, porque é comum escutar que uma carceragem com capacidade para 70 abriga 400. O problema é que quando você pensa que já viu de tudo, aparece uma dessas.

– A moda agora é demolir. Acidente no estádio do Bahia: vamos demolir o estádio. Carceragem onde a menina ficou presa com os “rapazes”: vamos demolir a cadeia. Tem um lugar, onde o povo é esfolado e onde roubam dinheiro público, abusam do poder e outras coisinhas. Não dá para demolir lá também?

– O lixo deixado pela Espanha está fedendo. Venezuela e Bolívia caminham para uma ditadura, comandadas por um golpista e um bandido respectivamente. Já disse e repito. Dêem comida para esse povo e tenho certeza de no dia seguinte assistiremos a dois funerais.

– Veja o tipo de gente que apóia um maluco como o Chaves. Aquela deputada que invadiu e agrediu um programa de TV mostra o retrato do que a Venezuela é. E ainda é tratada como heroína. Que me perdoem as mulheres, mas ela bem que merecia um cruzado de direita, mas o repórter não poderia mesmo perder a razão.

– Mas hoje parece que a o povo venezuelano dá mostras de que, ou consegue pensar, ou tem alguém mandando comida para eles. Saíram as ruas para protestar contra as reformas autoritárias de Hugo Chavez. O mesmo acontece na miserável Bolívia. Será que há esperança para esses povos? Eu acredito que há esperança, tão logo termine os futuros dias de luto destinado a chefes de Estado.

Haja paciência para ler tanta abundância assim!

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

Meio barro, meio tijolo

Em mais um episódio da série “Apanhado Geral da Situação”, vamos às notícias que “abalaram” o Cotidiano Nacional neste fim de semana:

– O lançamento do livro do charlatão Edir Macedo foi um sucesso, segundo seus asseclas (jornalistas da Record). A impressão de 700.000 cópias indica que haverá 700.000 imbecis com dinheiro a menos no bolso.

– O pior foi escutar comentários favoráveis de escritores como Fernando Moraes e Ruy Castro. Na certeza receberam “algum” para dar aqueles depoimentos. Lamentável!

– Essa disseminação de livros deste tipo e entre outros que não preciso citar aqui me deixam tranqüilo quanto a uma situação. Caso ocorra, em pouco tempo, uma nova era do gelo, haverá muito material para ser queimado em fogueiras e lareiras, garantindo assim um pouco mais de calor. E àqueles que sobreviverem, certamente não sentirão faltas dos exemplares e estarão livres destas pragas.

– A nova TV do bispo de araque já vai mal das pernas. Ontem ficou vários minutos fora do ar, sem nenhuma explicação. Sem falar nas inúmeras repetições de programas e entrevistas. Esperar o que desse tipo de gente?

– O esporte foi o grande destaque desse final de semana. No GP Brasil de F-1, assisti com muita satisfação o pagamento pelo ano inteiro de sacanagens feitas pela McLaren. Só de falar da multa e da perda dos pontos por causa da espionagem já dá pra saber o nível. Depois, a empáfia do piloto inglês Lewis Hamilton acabou na primeira curva do autódromo. A carinha dele de vergonha no final da prova também foi impagável.

– Parabéns a Ferrari que conseguiu mais uma vez fazer um jogo de equipe e dar o título, que era aparentemente impossível de se conseguir, ao finlandês Mika Häkkinen, com a ajuda fundamental do Massa, pois o carro dele estava “sobrando” e poderia tranquilamente ter disparado na frente.

– O pódio estava repleto de autoridades, entre elas o governador José Serra e o prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, que foram de trem, descendo na nova estação Autódromo (que fica a 600m do autódromo) para incentivar o paulistano a utilizar o transporte público. Tenho que ressaltar que a linha que faz esse trajeto (Linha C – Osasco/Jurubatuba) é uma das mais organizadas e com estações e trens novas. Mas ainda tem muito que melhorar.

– O futebol foi uma festa, com quase 300.000 pessoas comparecendo aos estádios (segundo informações das redes de TV), vendo um show de gols. Destaque para as 60.000 que foram ao Morumbi e as quase 74.000 pessoas (64.000 pagantes) que foram ao Maracanã. Todos comemoraram as vitórias de seus respectivos times, São Paulo e Flamengo.

– Saindo um pouco desse assunto do futebol, de desagrada alguns, provavelmente por causa das mazelas por que passam seus times, vamos falar um pouco de história. Esse ano é o aniversário de 90 anos da revolução russa. Apenas para resgatar aquele assunto levantando em “Meu lado socialista“, e tentar entender porque alguns a consideram a maior revolução já ocorrida em toda a história. Como disse antes, pelo pouco que li acabei ficando com a impressão de que os revolucionários eram muito parecidos com os opressores da época, dada a opressão que passaram a exercer.

– O problema é que para saber exatamente o que e como aconteceu, só estando lá ou conversando com alguém da época. Mas dada à distância dos acontecimentos, todos devem estar enterrados. Outra solução seria a leitura de livros de autores pró e contra a revolução. Uma vez, ao estudar sobre as Alemanhas (Ocidental e Oriental), tive a oportunidade de ter os dois pontos de vista e considero que o autor que falava a favor dos Orientais soube “vender melhor seu peixe”.

– O primeiro livro que lerei sobre a revolução russa será o de Marc Ferro, que é autor de várias obras e filmes sobre história hodierna. Ao fim vou tentar marcar minha impressão sobre esses aspectos e dependendo da postura de Ferro, procurar outro autor, como Trotsky, que escreveu sobre o assunto e foi participante ativo da revolução. Até lá! 

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

A raspa do tacho

Atendendo aos vários pedidos lançamos hoje mais um episódio da série iniciada com “Curtas e Grossas”. Para evitar falar repetidas vezes, vamos nomear esta série como “Apanhado Geral da Situação”, onde falamos de tudo dando a falsa impressão de que estamos por dentro dos assuntos.

 Inicialmente “A Raspa do tacho” tinha como intenção uma releitura dos textos anteriores, mas faltou-nos o tão precioso tempo e não mesmo necessária disposição.

Vamos ao que interessa:

– Para falar um pouco das transmissões de TV, destacamos o jogo da seleção brasileira de ontem. A forte chuva que caiu na Colômbia fez com que o árbitro da partida, Sr. Carlos Amarilla (ele é casado com uma brasileira, segundo informou, pela 300º vez, o comentarista de arbitragem Arnaldo Cezar Coelho, aquele do “a regra é clara”) adiou o jogo por 45 minutos. Mais do que esperar 45 minutos foi esperar esse tempo em companhia do Galvão Bueno, reclamando que o atraso era por pressão dos dirigentes colombianos. Vindo de um povo da América espanhola não acho difícil que isso tenha acontecido, mas era nítida a preocupação do narrador com a grade da emissora. Pior que isso só o empate em 0 x 0. De bom mesmo só as defesas do Júlio César, nascido e criado na Gávea.

– Já na concorrente Record, aquele pilantra salafrário charlatão do Edir Macedo “quebrou o silêncio” e contou como foi sua prisão 15 anos atrás. Pena que não deram fim no safado naquela época. Pensei até em chamar o canal de vendido, mas o canal é dele. Foi nesse momento que eu desliguei a TV. Imagina isso sendo apresentando por um jornalista “fim-de-carreira” como o Paulo Henrique Amorim, petista dos mais “babá-ovos” que eu já vi.

– Ainda falando sobre entretenimento televisivo, o filme “Tropa de Elite” está fervendo na boca do povo. Colegas do trabalho acham que o fato de ter sido pirateado antes mesmo do lançamento foi uma excelente jogada de marketing, provavelmente do diretor, antevendo um possível fracasso. Eu acredito nessa jogada e “desacredito” do fracasso, pois o tema chega a ser interessante e eu estou empolgadíssimo para assistí-lo. Tanto, que pretendo esperar sua exibição no SBT.

– No cenário político, tivemos a tão esperada licença do senador Renan Ca(na)lheiros da Presidência do Senado. Curiosamente e quase ao mesmo tempo tivemos a estréia da vaca, digo, da jornalista Mônica Veloso nua na Playboy. Se eu freqüentasse oficinas mecânicas teria alguma oportunidade de ver aquilo que cativou o senador Renan. O resultado disso foi o fato do Senado ter votado apenas 10 projetos no ano todo, segundo reportagem do jornal paulista “Destak”.

– Aproveitando o extremado carinho que tenho pelo senador “baba-ovo” Wellington Salgado, vou olhar alguns de seus projetos propostos para saber se pelo menos desta forma ele valoriza aqueles que o elegeram.

– O governador paulista José Serra, tucano, sancionou projeto de lei que veta o uso de celulares em sala de aula. O primeiro absurdo é a necessidade de se fazer uma lei para isso. Esperava-se bom senso dos alunos (eu sei que mereço uma passagem para conhecer o papai noel). Eu costumo escrever no quadro solicitando que os celulares sejam desligados ou silenciados, e farei isso até cansar ou estressar com alguém. Há casos inclusive de pessoas atendendo dentro da sala de aula. Absurdo total!

– Al Gore, ex-vice-presidente americano, conquistou o prêmio Nobel da Paz por seu trabalho para diminuir o aquecimento global. O prêmio dá nova chance do candidato-vencedor-derrotado das eleições que levaram à Casa Branca o desastre natural George Bush (parece que o desastre é problema de família) a tentar novamente chegar ao cargo mais importante do mundo. Ele nega que será candidato, mas qual candidato não nega que é candidato? Meu maior receio é o grau de interesse dele na Amazônia.

– Vindo mais para o assunto que deu origem ao blog, que era relatar sobre o Cotidiano Nacional, gostaria de entender porque algumas coisas acontecem e sempre acontecem igual e as pessoas não mudam nem desistem. Feriadão em São Paulo é sempre igual. Muitos descem para o litoral. Resultado: estradas lotadas, cidades sem infra-estrutura (se é que é possível alguma estrutura para a quantidade de pessoas que vão para as cidades mais próximas) entre outros problemas que acredito eu não esperamos ter no feriadão. Uma colega me confidenciou que levou 9 horas para descer e outras 5 horas para subir. Esse trajeto, em condições normais, é feito em 3 horas. Complicado! Com o tempo fechado e a falta de água nas cidades litorâneas, o melhor a fazer foi voltar para São Paulo e encarar os parques lotados.

– Acho que para uma raspa eu até que consegui tirar bastante coisa. Um post a parte tratará do acidente de Santa Catarina. Até lá!

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

A cada enxadada, uma minhoca

Para por fim a série iniciada com Curtas e Grossas hoje vamos com “A cada enxadada, uma minhoca”.

– A Rede Record de Televisão, de propriedade daquele cara de pau do Edir Macedo (mais conhecido como Pedir mais cedo) inaugurou na semana passada a Record News, um canal de notícias 24 horas por dia aos moldes da Globo News. A diferença que este canal é aberto e todos podem assistir. Ainda está muito cedo para falar sobre, mas o programa do Brito “Jô Soares” Júnior poderia ao menos fazer um cenário diferente. Por essas e outras é que “fico com um pé atrás”. Outra coisa que eu reparei foi o bom relacionamento que o presidente Lula tem com essa gente.

– Falando em presidente Lula, tem sido impressionante a forma como ele agarrou com a duas mãos, porém apenas com nove dedos, a CPMF. E pelo jeito vai fazer o que for possível para mantê-la por mais tempo, afinal em 2006 esse imposto, que tira alguns centavos de nossa conta a cada saque, cheque ou transferência, nutriu os cofres públicos com R$ 32, 5 bilhões e a previsão para esse ano é chegar aos R$ 35 bilhões. Onde será que vai todo esse dinheiro, que originariamente era para ser usado na área da saúde? Com a palavra, o presidente: “Só sei que nada sei”.

– O atual governo tem sido tão competente que consegue desagradar até mesmo os aliados. O PMDB que já deu mostras de sua força, rejeitando a MP que criou a SEALOPRA de Mangabeira Unger, prepara outras surpresas para o Governo. Vamos aguardar para ver.

– Ontem assisti parte de uma entrevista do prefeito de São Paulo, Gilberto “El loco” Kassab. O homem é muito louco. Está todo melindrado pela administração que vem fazendo em São Paulo. Como diz o pessoal da faculdade, “tá se achando”. Vamos ver até onde vai o fôlego do ex-secretário de planejamento do governo Pitta (Eu nem tenho boa memória, mas com a internet…).

– O STF pode ter colocado fim ao mandato de 16 deputados que mudaram de partido. Os deputados terão direito a plena defesa, mas dificilmente se manterão nos cargos. Entre eles está o deputado paulista Clodovil Hernandes. A eleição de Clodovil ao parlamento é uma prova da mediocridade do povo brasileiro, em especial da mediocridade de 493.951 eleitores paulistas.

– A mediocridade não fica restrita aos eleitores não. Os “fiéis” da igreja Renascer em Cristo do farsante “apóstolo” Hernandes e da “bispa” Sônia (gargalhadas ao fundo) não cansam de levar tapas na cara. A descoberta de rios de dinheiro em contas secretas da família Hernandes é uma vergonha. É lá que vai parar o dinheiro dos trouxas que ainda depois de tudo isso continua defendendo esse casal de bandidos travestidos de cristãos. Para ser repetitivo, que falta faz a educação nesse país.

– Sobre essas igrejas eu até faria um post a parte, mas seria uma grande perda de tempo e certamente eu partiria para a ignorância. Fica para um outro dia.

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

Uma no cravo, outra na ferradura

O post de hoje faz parte de uma série que teve início com o Curtas e Grossas. Depois vieram as Poucas e Boas e hoje apresentamos o terceiro episódio da série, que deverá ter ainda o quarto e talvez último episódio dessa primeira temporada, com título provisório de “A cada enxadada, uma minhoca”. Aproveitem: 

– Hoje é aniversário da 2ª maior tragédia aérea do país. Um avião da GOL caía sobre a floresta amazônica, no Mato Grosso, matando 154 pessoas. Um dia que eu jamais poderei esquecer, pois comemoro mais um ano de vida. Infelizmente, 154 famílias não têm o que comemorar. Principalmente por causa do tratamento que a Gol dá às famílias negando-lhes assistência e pelo fato de que a aeronáutica ainda não apresentou conclusões sobre o acidente, segundo informações da Folha Online.

– Com o intuito de prevenir outros acidentes, o TRF (Tribunal Região Federal) de São Paulo determinou mudanças nas operações de pousos e decolagens do aeroporto de Congonhas. Agora os aviões não podem levantar vôo com mais de 130 passageiros, os reversores de turbinas não podem estar travados, fato que impedirá a utilização das aeronaves,  além da limitação para quantidade de combustível. O que não poderia faltar foram críticas por parte das companhias aéreas e da ANAC. Eu prefiro ficar com a decisão do desembargador federal Roberto Haddad, porque as companhias, em especial a TAM que tem uma lista enorme de acidentes envolvendo suas aeronaves, e a ANAC, que é um órgão até então ocupado por dezenas de incompetentes, não tiveram a menor capacidade para evitar acidentes como o ocorrido com o avião defeituoso da TAM que matou 199 pessoas.

– O Cotidiano Nacional publicou uma vez um artigo sobre o Botafogo, clube de futebol carioca, que teve problemas com doping de um de seus principais jogadores. O artigo não mereceu grande atenção dos leitores, mas só quem vive o futebol sabe o que significava dizer que “tem coisas que só acontece ao Botafogo”, título do artigo em questão. Eis que de novo o Botafogo é objeto de nossa observação, já que perdeu um jogo que pode ser considerado impossível de perder: tomou 3 gols em 20 minutos e com 1 jogador a menos. Para piorar, contra um time argentino e perdendo vaga na Copa “caça-níquel” Sul-Americana. Na chegada ao Rio, os jogadores foram recebidos com pipocas e calcinhas. Alguém ainda dúvida que existam coisas que acontecem ao Botafogo?

– Aproveitando a deixa, vamos falar um pouco de futebol. E o Corinthians hein? Depois que foi usado para lavar dinheiro sujo dos russos, o time enfrenta mais uma de suas grandes crises. Hoje perdeu para o Sport no Pacaembu, na estréia do técnico Nelsinho. Já meu time, o Flamengo, conseguiu me dar um presente de aniversário: venceu o Atlético-MG no maracanã e chegou a entrar na zona de classificação para a Sul-Americana.

– E voltando à copa Sul-Americana, alguém poderia me explicar porque um time dos Estados Unidos da América do Norte está participando da Copa Sul-Americana? O time de Washington, DC United venceu o time mexicano do Chivas por 2 x 1 e agora faz a partida de volta na Cidade do México.

– Para terminar, àqueles que ainda têm dúvidas sobre as alterações climáticas, como explicar que no último domingo tivemos o dia mais quente do ano, com registros de 34ºC na capital paulista e dois dias depois, 11ºC marcavam os termômetros de rua. Agora em São Paulo, segundo o canal do tempo (The Weather Channel), temos 17ºC com céu nublado e ventos de 23km/h.

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

Poucas e Boas

Depois do relativo sucesso do “Curtas e Grossas“, vem ai as Poucas e Boas. A idéia de criar mais esse “expediente” no Cotidiano Nacional foi pela falta de tempo e uma possível falta de inspiração. Vamos aos fatos:

– O Senador Renan Calheiros, chefe da quadrilha que tomou conta do Senado e que faz parte, entre outros, o senador carioca eleito por Minas Gerais, Wellington Salgado, declarou que o Brasil acredita na sua inocência. Levando-se em conta que o Brasil é uma nação e até onde sei nações não tem sentimento, é pouco provável que o Brasil acredite na inocência deste senhor. Agora, se ele estava se referindo ao povo brasileiro, eu sou obrigado a concordar com ele. E nós, brasileiros, não só acreditamos na inocência dele como também em Papai Noel, Coelhinho da Páscoa e na Fada dos dentes.

– O ex-porta-voz da Presidência, André Singer, que assim como o ministro da educação, é professor da Universidade de São Paulo (USP), deu uma entrevista ao “Jornal do Campus”. Para quem não conhece, esse jornal é editado pela Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP e é considerado como de oposição dentro da comunidade uspiana. Eu ainda não li a entrevista, mas no momento isso não vem ao caso. O que me admirou foi o fato de ele não ser mais porta-voz. Como dizem em linguagem popular, Singer entrou mudo e saiu calado. Talvez ele entre para a história como o primeiro porta-voz “mudo” da história deste. Nunca neste país…

– Como a maioria das manifestações, o Dia Mundial Sem Carro foi um fracasso em São Paulo, e provavelmente em muitas outras cidades do país. O que se viu foi inúmeras avenidas congestionada, além da já tradicionalíssima marginal Tiête entupida de carros. Este dia só não foi fiasco maior que o show do Live Earth.

– Mas uma coisa não se pode negar: o tempo está descontrolado. Domingo tivemos um dia muito seco, com temperaturas superiores a 30ºC e hoje encontro uma manhã como há muito não via. Chuva fina e termômetros marcando 9ºC na Cidade Universitária, no bairro do Butantã em São Paulo.

– Algumas verdades passam anos inquestionáveis, ou pelo menos passam a impressão de ser inquestionáveis. A chegada do homem a Lua, por exemplo, era algo que nem mais figurava nas discussões e acreditava eu ser um fato e pronto. Eis que de repente, por um motivo que não sei dizer qual, estava pesquisando sobre possíveis imagens da chegada do homem á Lua. Só o que encontrei foram vídeos relatados e apontando inúmeras evidências que “um grande passo para a humanidade” teria sido uma grande fraude. A luz da razão, em que isso mudaria minha vida? Nada, eu sei, mas o sentimento de decepção que tive em apenas cogitar a hipótese de tudo não ter passado de uma grande produção cinematográfica e indescritível. Eu confesso que tinha muitas dúvidas sobre o fato das inúmeras idas do homem à Lua em curto espaço de tempo (foram 6 missões de 21/07/69 a 11/12/72, com 12 astronautas tocando o solo lunar) sendo que agora para mandar uma nave ao espaço, não pode ter nem um chuvisco sequer. E para voltar então? As operações são sempre cercadas de muita apreensão. Nunca na minha história eu imaginaria experimentar esse tipo de sentimento. E você, o que acha?

– Ontem foi um triste dia para a ciência. O laboratório farmacêutico Merck suspendeu os testes com uma vacina experimental contra a Aids. Segundo reportagem publicada na Folha Online, o experimento falhou em seus objetivos. “A vacina  não conseguiu impedir que os voluntários se contaminassem com o vírus HIV, nem limitar a severidade da doença”. O Brasil também participava dos testes por intermédio da Unifesp e 125 voluntários contribuíam com o experimento. Nenhum dos brasileiros ficou doente no período. Desde sua detecção em 1981 nos Estados Unidos até dezembro de 2006, 25 milhões de pessoas morreram por causa da Aids e cerca de 47 milhões de pessoas vivem com HIV. 

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação

Curtas e Grossas

Quando falta tempo, vontade e inspiração usamos o artifício de fazer um “apanhado geral” dos acontecimentos, pois assim também podemos dar a entender que estamos por dentro de tudo, sem no entanto, aprofundar muito o assunto. Vamos a elas:

– Descobriram recentemente a possibilidade de existir petróleo no Ártico. Começou então a corrida ao Ártico, com o primeiro passo dado pela Rússia, que diz ter fincando uma bandeira no fundo do oceano. Para mim eles usaram trechos do filme Titanic, pois a última vez que um equipamento russo foi ao fundo, por lá ficou. (Todos se lembram do submarino Kursk?)

– Até o momento 4 países disputam sua posse. A Rússia diz que faz parte de seu território, ligado por cadeia de montanhas submarinas. O Canadá utiliza o mesmo argumento. Já a Dinamarca diz que o Ártico é um prolongamento da Groenlândia, que lhe pertence. E os Estados Unidos, bem, eles são os Estados Unidos e pronto!

– Algumas pessoas são insignificantes e vivem vidas insignificantes. E para piorar, escolhem como meio de vida reclamar de tudo que está a sua volta. Eu sinceramente não tenho estômago para este tipo de coisa! (Desculpem o desabafo).

– Enfim encontraram Salvatore Cacciola, o banqueiro que foi ajudado pelo então presidente do Banco Central Francisco Lopes. Ao saber da notícia nossas “otoridades” ficaram eufóricas esperando colocá-lo atrás das grades. Nem parece que estamos falando do Brasil, não acha? No entanto, a vinda de Cacciola para o Brasil dependerá muito mais da boa vontade das autoridades de Mônaco do que do desejo de nossas “otoridades”. Mas como diria Galvão Bueno, “todo mundo gosta de brasileiro”,  e quem sabe assim Mônaco não fica sensibilizado conosco.

– Gostaria de dar meu bom dia especial ao Senador Wellington Salgado, o parlamentar mais pilantra e cara de pau que eu já conheci até hoje. Acharam que eu esqueceria dele assim tão fácil?

– Algumas vezes questiono a importância de certos estudos. Cientistas italianos divulgaram recentemente que a Terra deverá sobreviver a expansão do Sol. Uma ótima notícia, principalmente se acrescentarmos a ela o fato de que isso deverá ocorrer daqui a mais ou menos 5 bilhões de anos.

 – Voltando um pouco à história do Ártico, fiquei pensando a respeito da reivindicação dos países. Imagine você se descobrem Petróleo na Amazônia, já pensou o pessoal falando que a Amazônia é deles porque um grão de pólen daquela região viajou do hemisfério norte até encontrar um descampado e ai… Surgiu a Amazônia!

– Você já leu algum livro de auto-ajuda? Eu tenho um que atualmente serve para fazer piada no ambiente de trabalho (na hora do almoço, obviamente). Uma das frases lidas é a seguinte: “Sucesso é conseguir o que você quer. Felicidade é querer o que você conseguiu”. Entendeu? Não se preocupe, você não é o único. Mas posso tentar ajudá-lo a decifrar este mistério. Talvez o mais próximo disso é o fato de que você querer (leia-se contentar-se!) o que você conseguiu é a sua felicidade. Contente-se com o que você tem ou conseguiu até agora. Se você não conseguiu nada, contente-se com sua mediocridade. Isso ajuda a “levantar seu astral”? Essas e outras imbecilidades podem ser encontradas no livro “O Sucesso não ocorre por acaso”, do lamentável “Doutor” Lair Ribeiro.

Penso que para curtas é melhor eu parar aqui antes que se tornem longas.

Deixe um comentário

Arquivado em Série Apanhado Geral da Situação