Arquivo da categoria: Teoria da Conspiração

O Papa Francisco

Aqueles que me conhecem sabem que eu não sou um católico fervosoro, apesar de ter sido batizado, feito primeira comunhão e crisma.

Mas poucos papas me cativaram tanto quanto o papa Francisco. Isso também não é nada do outro mundo, porque além dele só conheci o Ratzinger e o Wojtila.

Confesso que meu interesse se dá mais pelas teorias da conspiração sobre o Vaticano (haja visto minhas duas últimas aquisições literarias-  Veja o post Acervo Pessoal) do que pelo carater espiritual ou religioso propriamente dito.

Isso sem falar que prefiro a Igreja Católica e suas mazelas do que qualquer religião evangélica. Eu disse qualquer, sem exceção. Jamais serei hipócrita com aquele discurso medíocre de que tem que respeitar a crença ou que religião não se discute.

Só não se discute um assunto quando não se tem argumentos e pra evangélico ter argumento, a maioria deles precisaria antes sentar em um banco de escola ou ler aquela bíblia que eles carregam embaixo do suvaco.

Voltando ao carismático Francisco, nessa manhã ele anunciou novos cardeais e entre eles, um brasileiro. A Praça São Pedro deveria estar apinhadas de brasileiros que devem ter comemorado como se fosse um gol. A manifestação não passou desapercebida do Santo Padre,  que então desferiu sua simpatia extraordinária, motivo pelo qual me motivou a compatilhar minha alegria com o espírito de Francisco.

Também vale destacar que a escolha do nome foi de uma felicidade sem igual.

Que Deus e os manda-chuvas do Vaticano permitam que Francisco ensine alguma coisa que ficaram pra trás nos últimos 40 anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Educação, Teoria da Conspiração, WikiLeaks

Porque defendo a bomba atômica

Em um recente artigo no Vivendocidade, enquanto falava da mudança da postura de nossa política externa, acertadamente ajustada pela presidente Dilma e pelo Chanceler Patriota, introduzi um assunto extremamente polêmico e que em primeiro momento parece mais uma loucura do que algo pensado e refletido. Enfim, eu sugeri que o Brasil deveria ter a bomba atômica.

Diferentemente de um amigo que adoro argumentar e se fosse escrever esse artigo, três folhas para ele seria pouco, eu vou ser curto e grosso e o caro leitor é que vai fazer o favor de pensar sobre o assunto.

Hoje, os EUA e companhia atacam a Líbia em nome do povo líbio. De fato o coronel Kadhafi está promovendo um massacre, mas na verdade ele nada mais vez do que dar brecha para os americanos despejarem toneladas de bombas e mísseis sobre suas instalações militares e em quem mais estiver por perto.

Os americanos, que acham que a medicina europeia ainda usa sanguessuga, acredita que o resto do mundo ainda viva na idade média e por isso mesmo pensam que são os mais esperto de todo o mundo. Já diz o ditado: “o mal de todo esperto é achar que todo mundo é bobo”. Resumindo: os americanos estão de olho no petróleo, é óbvio e fico até vexado de tocar nesse assunto, e também na reconstrução da Líbia, afinal, as construtoras americanas estão precisando de um reforço de caixa. Isso é o beabá e deveria ser ensinado no ensino fundamental.

Mas e a bomba atômica brasileira? Vamos por partes: os EUA atacaram a líbia dizendo que civis estavam sendo atacados pelo ditador e para defendê-los, foi necessário a intervenção militar.

Mas vamos ao Brasil. Com todo nosso novo potencial petrolífero e nossas reservas de água doce, os EUA, no futuro, poderão dizer que o Brasil não respeita seus cidadãos, porque boa parte vive em condições precárias e muitos estão na pobreza absoluta, morrem de fome, crianças abandonadas, crime organizado, etc, etc, etc. Isso é muito mais motivo do que a Líbia deu para eles encostarem seus portas-aviões na região e mandar fogo.

Teoria da Conspiração? Sim, uma baita de uma teoria, tão clara quanto a luz solar, mais cristalina do que a água do aquífero Guarani.

E por todos esses motivos expostos, além daqueles já mencionados no Vivendocidade, ter uma bomba atômica para nossa própria proteção será a única saída para tentar garantir nossa independência e soberania.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional, Teoria da Conspiração

O partido abutre

Ilustração de Fabio Pagliuca

Vamos estreiar hoje uma nova coluna no Cotidiano Nacional: a Teoria da Conspiração. Aqui vamos relatar as teorias mais absurdas e algumas nem tanto do cenário político brasileiro

E para começar com chave de ouro, elegemos o partido abutre. Mesmo sem as eleições terem chegado ao seu final, já podemos eleger o partido arbutre dessas eleições. O carniceiro das urnas.

É o PMDB. O partido de “forte” ideologia consegue apoiar o PT na esfera federal e o PSDB na esfera estadual, como por exemplo, em São Paulo.

Algumas questões deveriam ser analisadas. Porque apoiar a Dilma é bom e apoiar o Mercadante não? Qual são as reais intenções do PMDB, tanto em Brasília quanto em São Paulo? Porque não indicou o vice do Alckmin?

O que acontece é o seguinte: O PMDB vai receber vários cargos de peso no governo federal e em São Paulo. Na certa serão pessoas sem nenhum conhecimento técnico, e ai vão fazer as porcarias que estão fazendo, por exemplo, nos Correios.

Teoria da Conspiração: provavelmente antes do fim do primeiro ano de mandato da Dilma (se eleita)*, o PMDB a terá derrubado do poder, o que não será nada difícil, e o “Touro Sentado” será o novo presidente. Sim, Michel Temer assumirá a presidência com a derrocada da Dilma e elegerá, no futuro, Aécio Neves.

*coloquei essa informação apenas por convenção, porque não dá pra acreditar no Serra.

1 comentário

Arquivado em Teoria da Conspiração