Arquivo da tag: chuvas

As chuvas em São Paulo

Todos estão, certamente, mais do que informados sobre as chuvas em São Paulo e também já devem estar cansados da mesmice.

Não quero as autoridades falando que a culpa são das ocupações irregulares e do excesso de chuva. Como bem disse o presidente do Clube de Engenharia do Rio de Janeiro, Francis Bogossian, não era de achar culpados!

O momento é de minimizar as perdas e pensar em alguma coisa. Eu não sou da área, só posso falar da questão ambiental com certa propriedade. Morar próximo aos rios é temerário, com ou sem desmatamento. Principalmente se for em área de várzea, visto que o rio precisa de um espaço para quando for necessário, em casos de cheia, por exemplo.

Por mais que tentam me convencer que o aquecimento global é falácia, o aumento no poder das tempestades tem sim a ver com uma mudança climática, natural sim, porém mais acelerada. Isso é fato.

Talvez o mais sensato de toda a história, por incrível que pareça, foi o prefeito Gilberto Kassab, que disse que a coisas poderiam ser piores, se não fosse os piscinões e etc. Ainda assim acho que falta uma ação mais efetiva do poder público.

Agora, vamos falar sobre uma coisa interessante. Tudo bem que as pessoas moram em áreas de risco e que não deveriam. Mas, se não deveria morar lá, porque a prefeitura e os outros órgãos do estado (Sabesp, Eletropaulo) e instituções privadas (bancos e afins) acabam por prover uma estrutura nesses bairros que, em tese, deveriam não existir.

Será que o moradores do Jardim Romano e da Vila Itaim não pagam IPTU, água ou luz?

Eu confesso que não sei a solução e ao que parece, os próximos janeiros serão assim ou piores, depende das ações conjuntas do Estado, município e também da população.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Para que serve o telefone celular?

Ainda hoje existem pessoas que não gostam do telefone celular, evitam chegar perto de um computador e tem verdadeiro pavor da internet.

Eu tinha certa “birra” com o telefone celular. Sempre usava como contra ponto o fato de que no passado as emergências e urgências também aconteciam e não existia o telefone celular para resolver uma coisa ou outra, mesmo que muitas destas não tinham solução.

Às vezes fica profundamente incomodado com o aparelho, que mais parecia um GPS, encontrando você onde quer que estivesse.

Mas há dois dias entendi porque temos que nos render a certas tecnologias e percebi que não dá para retroceder. Temos é que acompanhar os avanços. Imagina se tivéssemos resistido ao fogo?

Durante aquela tempestade que caiu no começo da semana, tive várias oportunidades de me desencontrar com minha esposa e certamente jamais teríamos nos encontrado se ainda vivêssemos em um mundo sem telefone celular. Por causa dele podemos medir todos os nossos passos e terminar a noite caótica sem grandes problemas, tirando a chuva obviamente.

Sim, devemos abraçar a tecnologia de uma vez  por todas e de um jeito ou de outro alcançaremos nossos objetivos para cada ocasião.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional