Arquivo da tag: São Paulo

As chuvas em São Paulo

Todos estão, certamente, mais do que informados sobre as chuvas em São Paulo e também já devem estar cansados da mesmice.

Não quero as autoridades falando que a culpa são das ocupações irregulares e do excesso de chuva. Como bem disse o presidente do Clube de Engenharia do Rio de Janeiro, Francis Bogossian, não era de achar culpados!

O momento é de minimizar as perdas e pensar em alguma coisa. Eu não sou da área, só posso falar da questão ambiental com certa propriedade. Morar próximo aos rios é temerário, com ou sem desmatamento. Principalmente se for em área de várzea, visto que o rio precisa de um espaço para quando for necessário, em casos de cheia, por exemplo.

Por mais que tentam me convencer que o aquecimento global é falácia, o aumento no poder das tempestades tem sim a ver com uma mudança climática, natural sim, porém mais acelerada. Isso é fato.

Talvez o mais sensato de toda a história, por incrível que pareça, foi o prefeito Gilberto Kassab, que disse que a coisas poderiam ser piores, se não fosse os piscinões e etc. Ainda assim acho que falta uma ação mais efetiva do poder público.

Agora, vamos falar sobre uma coisa interessante. Tudo bem que as pessoas moram em áreas de risco e que não deveriam. Mas, se não deveria morar lá, porque a prefeitura e os outros órgãos do estado (Sabesp, Eletropaulo) e instituções privadas (bancos e afins) acabam por prover uma estrutura nesses bairros que, em tese, deveriam não existir.

Será que o moradores do Jardim Romano e da Vila Itaim não pagam IPTU, água ou luz?

Eu confesso que não sei a solução e ao que parece, os próximos janeiros serão assim ou piores, depende das ações conjuntas do Estado, município e também da população.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

SP: A Cesar o que é de Cesar

Alguns leitores reclamaram dos insistentes ataques do CN contra o prefeito Gilberto Kassab e decidimos então falar das coisas boas do Kassab, que existem sim, como em qualquer administração.

Antes porém, creio serem justas algumas de nossas demandas e mais ainda pelo fato de sermos eleitores do prefeito Kassab, ou o amigo esperava que nós votássemos na Marta?

Isto posto, é bem verdade que as intenções do prefeito do DEM são as melhores possíveis, assim como as do inferno. É fato que o prefeito está sendo, no mínimo, omisso, e agora vem aparecer na televisão para desejar feliz natal.

Mas vamos às boas obras do prefeito. A Lei Cidade Limpa é um marco para uma cidade como São Paulo. Foi nítida e literalmente visual a mudança na cidade com a proibição daquelas enormes placas de publicidade e letreiros luminosos. Não tenho como negar que a cidade ficou mais visível.

Outra boa atuação da prefeitura de São Paulo é em relação às escolas. Como estudante de Biologia e quem sabe futuro professor de escola pública, venho realizando desde o 3º semestre estágio de licenciatura nas escolas públicas da Grande São Paulo. Oportunamente passei por escolas estaduais e municipais. As diferenças são marcantes e alguns problemas são recorrentes. Mas a escola aos cuidados da prefeitura está bem melhor que a do Estado.

Mais organizada, mais conservada e melhor preocupada com os alunos e com a comunidade escolar como um todo, a escola da prefeitura fornece material escolar, uniforme, almoço, transporte, leite em pó, além de ter uma estrutura um pouco melhor que a escola do estado.

Talvez a única falha da prefeitura é a questão da inclusão de alunos com algumas limitações ou portadores de necessidades especiais. Esses alunos estão sendo corretamente colocados nas salas de aulas regulares, mas nem o professor, nem os colegas e muito menos os servidores da escola (desde o Diretor até a merendeira) estão preparados para recebê-los ou mesmo sabem como lidar com as inúmeras situações do cotidiano escolar, presenciado por este que vos escreve, inclusive.

Por fim, quero citar a questão dos fretados na cidade de São Paulo. Acredito nas coisas simples e portanto se foram mexer com os fretados é porque algum tipo de problema existia. Mas ainda tenho algumas dúvidas, que aos poucos vem sendo tiradas por questões e acontecimentos. Por exemplo: com um orçamento exagerado para a publicidade, Kassab agora entra na sua casa e deseja a você um feliz natal e diz que trabalha para a maioria. Gostei da frase e acho que ela serve para a questão do fretado. O pobre não anda de fretado, ele anda de ônibus lotado. A minoria que usa o fretado está deixando o carro em casa, mas a regulamentação veio em boa hora, pois já tomei conhecimentos de vários relatos que contam como os fretados atrapalham o trânsito da cidade de São Paulo.

Regular sim, porque não vivemos em uma cidade sem lei. Pelo menos, não no papel.

Temos a consciência de que o prefeito procurar fazer um bom trabalho, mas isso também não é mais do que obrigação. Eu não quis ser prefeito e nem me candidatei. Quem se propôs, que “vista a camisa”.

No mais, não acredito que o prefeito Gilberto Kassab possa virar o jogo e terá uma avaliação por volta de regular a ruim. Infelizmente, para milhões de paulistanos.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Um engano chamado Gilberto Kassab

Na sexta-feira, enquanto esperava para uma entrevista no Instituto de Psicologia da USP, estava folheando algumas revistas e me deparei com a Veja São Paulo do ano passado, que entrevistou a Marta Suplicy, Geraldo Alckmin e Gilberto Kassab.

Como eram entrevistas antes da eleição, achei por bem pegar a do Kassab pra ver se encontrava algo interessante. E encontrei. Transcrevo agora a frase de um leitor/eleitor José Guilherme Levenstein

É gratificante constatar que nossa cidade esta sendo administrada pelo jovem engenheiro e economista Gilberto Kassab com bastante competência, determinação, (…) e amor. Com certeza Kassab entrará na galeria dos melhores prefeitos por eles citados“.

Está na cara que esse eleitor errou feio na sua previsão e espero que hoje fique com vergonha de ter escrito tal coisa e que analise melhor seus futuros candidatos. Tudo bem que entre Marta e Kassab até eu voto no Kassab, mas achar que ele seria um excelente prefeito, errou feio.

Aos paulistanos só resta esperar o mandato de Kassab acabar, de forma melancólica, assim como tem sido os últimos governos.

Será que é isso que a maior cidade do país merece?

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Para que serve o telefone celular?

Ainda hoje existem pessoas que não gostam do telefone celular, evitam chegar perto de um computador e tem verdadeiro pavor da internet.

Eu tinha certa “birra” com o telefone celular. Sempre usava como contra ponto o fato de que no passado as emergências e urgências também aconteciam e não existia o telefone celular para resolver uma coisa ou outra, mesmo que muitas destas não tinham solução.

Às vezes fica profundamente incomodado com o aparelho, que mais parecia um GPS, encontrando você onde quer que estivesse.

Mas há dois dias entendi porque temos que nos render a certas tecnologias e percebi que não dá para retroceder. Temos é que acompanhar os avanços. Imagina se tivéssemos resistido ao fogo?

Durante aquela tempestade que caiu no começo da semana, tive várias oportunidades de me desencontrar com minha esposa e certamente jamais teríamos nos encontrado se ainda vivêssemos em um mundo sem telefone celular. Por causa dele podemos medir todos os nossos passos e terminar a noite caótica sem grandes problemas, tirando a chuva obviamente.

Sim, devemos abraçar a tecnologia de uma vez  por todas e de um jeito ou de outro alcançaremos nossos objetivos para cada ocasião.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Cadê o Kassab?

Para ser sincero não sei nem porque eu estou estranhando a atitude do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM).

Fez uma boa campanha para prefeito, prometeu algumas coisas interessantes e conseguiu nos livrar da Marta Suplicy, o que por se si foi o seu grande feito como prefeito da maior e mais rica cidade do país.

Mas é nítido o “desaparecimento” do prefeito. O “mister calçada” (alusão feita ao fato de uma de suas poucas atividades ter sido a reforma de calçada por toda a cidade, em especial em áreas de maior poder aquisitivo – região da Paulista e Pinheiros, por exemplo) simplesmente não é mais visto, pois antes estava em todos os programas de televisão possíveis. 

E ao que parece também não cumprirá uma de suas maiores promessas de campanha, que era não aumentar a passagem de ônibus em São Paulo. Dizem por ai que o aumento está chegando.

No fim das contas, nada disso deveria mesmo ser uma surpresa, pois nós já tínhamos ideia que a coisa seria, ou ruim, ou pior. Tanto que anteriormente à eleição de Kassab, escrevemos sobre a escolha do paulistano.

Confira: “Todo castigo para eleitor é pouco

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Começa a temporada de temporais em São Paulo

Conforme vai chegando o fim do ano os temporais castigam São Paulo e rapidamente surgem os famosos “pontos de alagamento”.

Ontem não foi diferente. O dia virou noite e então um dilúvio desabou sobre São Paulo.

Alexandre Carvalho

 

Alexandre Carvalho

Choveu forte, mas nada que justificasse o preparo do criador da USP.

imagem0042

Em tempo: obviamente que nosso comentário é uma brincadeira, pois este “preparo” é uma intervenção cultural que ocorre em toda a cidade de São Paulo.

Fotos: Alexandre Carvalho

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Eleições em SP: Kassab é reeleito com 60% dos votos

O atual prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (DEM) foi reeleito no último domingo (26/10) com 60% dos votos válidos, superando a candidata petista, Marta Suplicy.

No início da campanha Kassab era apenas o 3º colocado nas pesquisas e conseguiu em pouco tempo superar seus adversários e vencer a eleição no primeiro turno. No segundo turno a vantagem só fez aumentar e a vitória foi confirmada nas urnas.

Recentemente o Cotidiano Nacional lamentou que os paulistanos tivessem que escolher entre Kassab e Marta (Leia o postTodo castigo para eleitor é pouco“), mas agora com o fim das eleições, assumimos o que diz o ditado: “tá no inferno, abrace o diabo”.

Resta-nos esperar por uma boa administração, mas acima de tudo resta-nos “adotarmos” um vereador e cobrar por trabalho sério e comprometido com a cidade. Eu já escolhi o meu vereador, e você?

Acreditamos que todos os eleitores devam fazer uma corrente no sentido de cobrar dos vereadores eleitos, em todo o país, por meio de e-mail, carta, comparecendo às sessões e de muitas outras maneiras.

Deixe um comentário

Arquivado em Eleições