Arquivo da tag: twitter

Terremoto no Haiti matou Zilda Arns, da Pastoral da Criança

Um terremoto de 7 graus na escala Richter vitimou no último dia 12 a médica pediatra e sanitarista Zilda Arns.

Ela estava no Haiti pela causa humanitária que trabalhou toda uma vida e morreu exatamente enquanto falava de seu trabalho para pelo menos 1 centena de pessoas em uma igreja.

Os brasileiros conhecem bem o trabalho de Zilda Arns e a perda é irreparável. O Cotidiano Nacional faz questão de agradecê-la, infelizmente somente após a sua morte, mas sempre admiramos seu trabalho e temos vários integrantes da família que participam da Pastoral da Criança no interior paulista.

Hoje, ao chegar ao meu trabalho, as bandeiras já estavam a meio pau, em sinal de luto pelas mortes ocorridas no Haiti. Estamos pesarosos também pela morte dos 14 brasileiros, militares valorosos que morreram cumprindo sua missão e que devem receber honrarias de nosso presidente, que deve estar presente quando da chegada dos corpos.

Mas agora quero falar de vida. Quero falar de Richard Morse (@RAMhaiti). Desde a tragédia ele vem usando o Twitter para contar tudo o que está se passando na capital do país, Porto Príncipe. Não só ele, mas pelo menos mais três locais relatam o cenário de horror de um país devastado pela força da natureza.

Mas Morse está mais atuante e passa boa parte do dia online. Não sei como ele está fazendo para se conectar, mas ele tenta passar o que sente, vê e escuta. Fala do barulho constante de aviões e helicópteros. Disse ainda que “as ruas da cidade são o quarto e a sala do Haiti”.

Através do micro blog twitter (sim, não site de relacionamento com alguns dizem, erradamente) Morse nos aproxima de sua dor e da tragédia de seu povo. Ele conta que as pessoas estão esperando no estádio o atendimento médico e a distribuição de alimentos e água. Em um de seus relatos ele fala que a embaixada brasileira (provavelmente se refere ao prédio da missão de paz)  está em colapso.

Mas o relato mais impressionante foi sobre as mortes: “A visão e o cheiro dos corpos em decomposição são desagradáveis”. Ele pede para as pessoas não tocarem nos corpos, mas que estes sejam cobertos.

É impressionante a serventia dos meios de comunicação e dos avanços da tecnologia. Através de um celular é possível narrar fatos que estão acontecendo naquele instante e ainda tirar uma foto e publicá-la em segundos na internet para que todo o mundo tenha acesso.

É assim que a história do Haiti está sendo contada por Richard Morse. Enviamos uma mensagem de apoio via twitter e esperamos dias melhores para todo o povo  haitiano.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Os perigos e armadilhas do Twitter

O leitor do Cotidiano Nacional tem sempre opção: elogiamos o Twitter no post anterior e agora vamos mostrar a face “nefasta” da ferramenta. Obviamente que este post vem de encontro aos anseios de nossos leitores.

Toda e qualquer atividade virtual pode ter um agravante: podemos nos esconder, mostrar aquilo que não somos e ter despertado os “instintos mais profundos”.

Não há como negar que a falsa impressão de que temos algo ou alguém sempre ocorrerá na atividade virtual, e isso não poderá ser mudado, bem como não será mudado e nem mesmo substituído a importância do contato pessoal.

Há que se tomar alguns cuidados com o que escrevemos no Twitter. Usuários mais antigos relataram que, ao combinar um encontro em um determinado local, pessoas que não faziam parte do círculo acabaram por aparecer no encontro.  Como evitar constrangimentos deste tipo. E as pessoas públicas, que cuidados devem tomar?

Penso que não é nada diferente daqueles cuidados que temos ao comprar um livro, pagar uma conta no internet banking ou mesmo cuidado com os termos utilizados. Esses cuidados são idênticos, tanto na vida real quanto na vida virtual.

O que não poderei aceitar é culpar a internet pelo afastamento entre as pessoas. Desde que o mundo é mundo e vem se desenvolvendo, nós trabalhamos incessantemente para nos afastarmos o máximo dos “seres humanos”.

Será culpa da internet a criação de grupos que pregam todo e qualquer tipo de racismo? É uma forma de isolamento! Será culpa da internet a necessidade de nos fecharmos em condomínios para nos protegermos dos “seres humanos”? É outra forma de isolamento! Será culpa da internet o egoísmo e as brigas desenfreadas nos ambientes corporativos buscando uma posição melhor no trabalho, mesmo que para isso tenhamos que pisar nas pessoas? É mais uma forma de isolamento.

O Twitter, a internet e o convívio pessoal têm os seus prós e contras, sempre e até o fim da existência. O que temos que fazer é usar os prós e trabalhar em cima dos contras.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

Para que serve o Twitter?

Todas as críticas que eu vejo sendo feita ao Twitter são infundadas e sem o conhecimento da ferramenta, o que é pior, tornando-as totalmente desacreditadas.

Muitos têm a ideia de que dizer o que estamos fazendo (What are you doing?, do original inglês) significa que vou colocar aqui: “Acabei de vir do banheiro e esqueci de lavar a mão”; “Estou sentando na minha cadeira sem ter o que fazer”; e por ai vai.

O Twitter caiu no gosto de todos os setores da sociedade. Empresas tentam vender usando o Twitter. Televisões antecipam programação e programas. Personalidades trocam “prendas” por seguidores. Anônimos participam deixando suas impressões. E muitas outras situações

Através do Twitter é possível descobrir novidades e raridades na internet. Mas o que mais tem me chamado a atenção é a proximidade com pessoas que antes, mal conseguiríamos sentar à mesa para tomar um café e discutir os problemas da cidade.

Quando falo isso cito, por exemplo, o Secretário Municipal das Subprefeituras da cidade de São Paulo, Andrea Matarazzo. Através do Twitter pude discutir com ele algumas ideias em relação a obras na cidade. Ele é sempre muito solícito e responde na medida do possível a todas as indagações, além de divulgar obras e melhorias em toda a cidade de São Paulo. Ele está fazendo propaganda? Pode estar, mas prefiro imaginar que ele está trabalhando pelo bem de São Paulo, e isso é muito mais importante.

Outra personalidade interessante a seguir é o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger. Ele divulga suas atividades diárias, desde despacho em seu gabinete até cafés da manhã com os eleitores. Schwarzenegger também divulga fotos de seu dia-a-dia, muitas vezes parecendo ser bastante próximo da população, o que é de fundamental importância. Eu “twittei” o governador José Serra dando essa sugestão à ele, mas ele ainda não me respondeu sobre o assunto. Serra escreve pouco, e geralmente de madrugada.

E não é só isso: o Twitter vem trazendo uma avalanche de novidades na grande rede, algumas muito curiosas, como por exemplo, outras ferramentas que garantem plena “conversação” entre as plataformas. Uma delas chama a atenção pela audácia de seu criador. Ele oferece um programa que se parece com uma planilha em excel, mas representa o Twitter. Em sua página, ele diz que esse programa é “perfeito” para usar nas grandes corporações, dando a impressão de que estamos trabalhando efetivamente.

Esses são apenas alguns poucos exemplos do que vem acontecendo na rede quando o termo a se usar é “o que você está fazendo?”

Apesar de tudo, nada pode substituir suas impressões pessoais. Cadastre-se no Twitter, ou simplesmente visite a página de algum conhecido ou amigo, ou personalidade. Tire suas próprias conclusões e então opine, com conhecimento de causa.

Nota do Autor: faltou mencionar, neste post, a importância do Twitter nas coberturas dos acontecimentos no Irã e na China. O primeiro sobre a eleição fraudulenta que manteve no poder um déspota e no segundo, em relação ao massacre ocorrido recentemente contra etnias. Países extremanente fechados e antidemocráticos, responsabilidade de seus governantes.

Além disso, não poderia ficar de fora os inúmeros protestos contra o senador José Sarney, acusado de ser responsável por inúmeras mazelas no Senado federal, onde é presidente.

Querendo ou não, o Twitter tem a sua importância nos acontecimentos ao redor do mundo.

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional

A tecnologia e o Cotidiano Nacional

Umas das poucas coisas me comovem tanto quanto a internet e suas tecnologias. Das tantas coisas que são possíveis fazer hoje em dia através da internet realmente me deixam de “queixo caído”.

Não sendo muito atrevido, apesar da plena admiração pelos avanços da rede mundial de computadores, muitas vezes demoro a conhecer ou mesmo experimentar os inúmeros serviços disponíveis na web. Mas como dizem, nunca é tarde para começar.

Desta forma, o Cotidiano Nacional estreou recentemente o site http://www.twitter.com, onde basicamente dizemos o que estamos fazendo e as pessoas podem seguir você, em tempo real.

Desde a semana passada, no canto superior direito do nosso blog, você pode acompanhar-nos e saber onde estamos e o que estamos fazendo.

Além disso, depois daquele acidente aéreo nos Estados Unidos, onde um avião fez um pouso forçado no rio Hudson e um empresário que ajudou no resgate enviou uma foto via celular para o twitter, nós também adotaremos essa prática.

Para testar a funcionalidade vamos mandar uma foto do blog atualizado. Aguarde e visite-nos!

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano Nacional