Arquivo da tag: Barack Obama

O assassinato de Barack Obama

Não pense o caro leitor que temos a melhores fontes do mundo ou que estamos fazendo uma brincadeira de mau gosto, alias, pode-se sim considerar de muito mau gosto o que eu vou contar agora.

Logo quando Barack Obama foi eleito presidente dos EUA, os ingleses, os quais eu considero o “povo” mais estranho do mundo, junto com seus colegas estadunidenses, já tinham um alto valor em apostas em relação ao assassinato do presidente recém eleito (aqui se aplica a reforma??).

Não é surpresa para mim que eles (ingleses) apostam em tudo que possa ser passível de obter um ou outro resultado. Até mesmo jogar um queijo do alto de um barranco e aposta de que lado ele vai cair ao chegar lá embaixo ou quanto tempo vai demorar pra descer, etc. Mas daí a apostar na morte de uma pessoa?

Por isso mesmo que um dos pouquíssimos lugares que tenho vontade de conhecer é a Inglaterra. Prefiro ir para a China a pisar em solo inglês. Mas se algum leitor desejar conhecer as terras da Rainha Elizabeth, por favor, não entre correndo em uma estação de metrô, sob pena de ser alvejado por trás, sem dó nem piedade.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Internacional

Barack Obama é eleito presidente dos EUA

O democrata Barack Obama será o novo presidente americano a partir de 20 de janeiro de 2009. Obama conquistou até o momento 338 delegados (é necessário um mínimo de 270) contra 163 de John McCain. O republicano já reconheceu a derrota. 

Sites de notícias ainda apontam 3 estados onde a disputa está indefinida:

Missouri: Com 11 delegados, McCain leva uma pequena vantagem sobre Obama.
Indiana: Também com 11 delegados, a vantagem lá e de Obama.
Carolina do Norte: 15 delegados que devem engrossar os números de Barack Obama. 

Obama venceu em 6 dos 7 estados que o CN listou ontem como sendo “chave” para as eleições presidenciais. Perdeu apenas no Texas.

Leia a íntegra do discurso de vitória de Barack Obama (G1)

Confira o resultado final da apuração dos votos (G1)

Deixe um comentário

Arquivado em Internacional

Americanos vão às urnas

Acontece hoje nos Estados Unidos a eleição que escolherá o próximo presidente daquele país. Ao contrário do que se pensa, não são os eleitores que escolhem diretamente o presidente americano, como acontece aqui no Brasil.

Lá a escolha é feito pelos Delegados Estaduais que formam o Colégio Eleitoral. São 538 delegados divididos proporcionalmente pelos 50 estados.

O candidato mais votado em cada estado leva, em tese, todos os votos dos delegados eleitorais. Falo em tese, pois alguns devem se lembrar que Al Gore, apesar de ter sido o mais votado pela população em determinados estados, acabou não recebendo todos os votos dos delegados o que levou a Casa Branca o candidato republicano George W. Bush.

Mas é assim que funciona ou que deveria funcionar, exceção feita ao estado do Maine e de Nebraska que é diferente, mas não me pergunte como, pois ainda não consegui descobri qual é a diferença. Nos demais 48 estados, ganhando a eleição ganha também os votos dos delegados. Aquele que conseguir 270 votos no Colégio Eleitoral será o 44º presidente dos EUA.

O que torna complicado a eleição americana e justamente a distribuição dos delegados. Por exemplo: Vamos supor que os dois primeiros estados a terminar a apuração foram Califórnia e Nevada e o candidato A ganhou no primeiro e o candidato B ganhou no segundo estado. Em tese, a eleição está empatada, certo? ERRADO. Califórnia possui 55 delegados enquanto que Nevada só 5.

Por isso alguns estados são “chaves” nessa eleição, como a Flórida foi na eleição de Bush. Os 7 estados com maior representação são: Califórnia (55), Texas (34), Nova Iorque (31), Flórida (27), Illinois e Pensylvania (21) e Ohio (20). Ou seja, 14% dos estados americanos respondem por 39% dos delegados e por 77% dos votos necessários para começar a exercer suas atividades a partir do salão oval.

barack-mccain_435615a1

O CN acompanhará as eleições americanas e manterá o leitor informado dos resultados divulgados na grande mídia. Em post anterior, bem anteriormente a decisão de quem seria o candidato republicano a presidência (Hillary ou McCain) já apostávamos nossas fichas em John McCain. Mas por quê?

Primeiro porque consideramos os EUA ainda muito conservador para levar um negro a presidência. Nós não temos nenhum tipo de problema pelo fato de um negro chegar a presidência americana, o que nós incomoda de verdade é a inteligência de Barack Obama. Preferimos ignorantes como George W. Bush e John McCain,  pois eles só conseguem pensar em petróleo e então miram suas armas para o Oriente.

Entenderam nossa preocupação?

Nota da Redação: além dos dois candidatos citados acima concorrem ainda à presidência americana: Bob Barr (Libertarian), Ralph Nader (Indenpendent), Chuck Baldwin (Constitution) e Cynthia McKinney (Green).

Acompanhe as eleições americanas clicando na bandeirinha eua brasil

Deixe um comentário

Arquivado em Internacional